Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Jean Wyllys felicita o presidente Obama por seu apoio ao casamento igualitário

Sociedade

Direitos Humanos

Jean Wyllys felicita o presidente Obama por seu apoio ao casamento igualitário

por Jean Wyllys publicado 09/05/2012 19h38, última modificação 09/05/2012 19h42
O deputado federal ressaltou que o presidente foi o primeiro chefe de governo americano a defender os direitos da comunidade LGBT
obama_AFP

gsrjtjhfcgjnfrgjnyhjhuj

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, realizou na quarta-feira 09 uma declaração histórica, expressando claramente, pela primeira vez, sua posição a favor do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. “Eu cheguei à conclusão de que é necessário que eu afirme que, na minha opinião, os casais do mesmo sexo deveriam poder casar”, disse Obama.

O presidente americano deixou claro que já não acredita mais na “união civil” como solução jurídica para a formalização legal das relações homossexuais. Ele disse que os americanos gays e lésbicas devem ser tratados com justiça e igualdade e explicou que, embora para muitas pessoas a palavra “matrimônio” acarrete muitas crenças religiosas, ele mudou de opinião sobre a necessidade de excluir o uso dessa palavra depois de ver — após o fim da política de armário compulsório praticada até pouco tempo atrás nas Forças Armadas dos EUA “tantos amigos, familiares, vizinhos e conhecidos monôgamos, com parceiros do mesmo sexo e com filhos, em todos esses soldados que lutam por nós todos”.

Para o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), a declaração do presidente Obama marca o fim de uma época: “Esse ato abre as portas para a legalização do casamento igualitário em nível federal na principal potência do mundo e as consequências políticas disso são incalculáveis”, diz. “É importante ressaltar o fato de que o presidente Obama é o primeiro chefe de governo negro, filho de imigrante que sofreu racismo na pele e que propõe a liderar esse país no caminho do reconhecimento pleno dos direitos humanos das pessoas LGBT. Por isso eu quero parabenizá-lo”.

Nas linhas da campanha “Yes we can”, liderada pelo presidente Obama, o deputado Wyllys encabeça a campanha brasileira pelo casamento civil igualitário no Brasil (veja aqui o site oficial da campanha), que já conta com a participação de diversos artistas que aderiram ao movimento de forma gratuita e solidária. Entre eles: Arlete Salles, Chico Buarque, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Ivan Lins, Wanessa, Mônica Martelli, Mariana Ximenes, Ney Matogrosso, MV Bill, Alexandre Nero, Gutta Stresser, Sérgio Loroza, Tuca Andrada, Cláudio Lins, Alexandra di Calafiori, Preta Gil, Maria Ribeiro, Fabiula Nascimento, Rita Sibeiro, Sandra de Sá, Jusara SIlveira, Marian de Morais, Neville d’ Almeida, Luiz Carlos Lacerda, Robert Guimarães, Fabiana Cozza e Lan Lan.

A campanha é um movimento apartidário e plural que busca expressar e mobilizar o apoio de diversos setores da sociedade brasileira à proposta de emenda constitucional (PEC) para legalizar o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo proposta pelo deputado Jean Wyllys e de co-autoria da deputada Erika Kokay. Wyllys é o primeiro parlamentar gay assumido que colocou seu mandato no Congresso a serviço da luta pela igualdade e a dignidade das pessoas LGBT e de outras minorias.

registrado em: ,