Você está aqui: Página Inicial / Política / Russomanno anuncia que ficará neutro no segundo turno

Política

Eleições 2012

Russomanno anuncia que ficará neutro no segundo turno

por Redação Carta Capital — publicado 10/10/2012 16h59, última modificação 06/06/2015 18h25
Haddad e Serra buscavam o apoio do candidato, terceiro colocado nas eleições em São Paulo

O PRB de Celso Russomanno (PRB) anunciou nesta quarta-feira 10 que ficará neutro no segundo turno da eleição municipal de São Paulo. O partido resolveu não apoiar José Serra (PSDB) ou Fernando Haddad (PT).

Tanto tucanos quanto petistas estavam tentando conseguir o apoio de Russomanno, que ficou em terceiro lugar na eleição municipal, com 1,3 milhão de votos, 21,6% do total de votos válidos. O anúncio foi feito no comitê do partido e contou com a participação do candidato derrotado.

Luiz Flávio Borges D'Urso, que era candidato a vice na chapa de Russomanno, vai apoiar José Serra. Integrante do PTB, D'Urso vai acompanhar seu partido, que anunciou apoio ao tucano.

No plano federal, o PRB é integrante da base aliada do governo Dilma Rousseff. O presidente do partido e coordenador da campanha de Russomanno, Marcos Pereira, chegou a assinar um documento dos partidos em defesa do ex-presidente Lula, acusado por uma reportagem de fazer parte do esquema do "mensalão", mas depois disse ter sido pressionado.

Outros apoios

O PPS, de Soninha Francine (quinta colocada, com 2,65% dos votos), e o PDT, de Paulinho da Força (sétimo, com 0,63% dos votos), apoiarão Serra no segundo turno. Os outros apoios ainda não foram formalizados. O PMDB, de Gabriel Chalita, deve anunciar apoio a Haddad, após intervenção do vice-presidente da República, Michel Temer.