Você está aqui: Página Inicial / Política / Lula: "FHC deveria ficar quieto"

Política

Resposta

Lula: "FHC deveria ficar quieto"

por Redação Carta Capital — publicado 26/02/2013 21h04, última modificação 06/06/2015 18h24
Em lançamento do livro de Mino Carta, petista rebate tucano, segundo quem Dilma é uma "ingrata" que "usurpou" seu projeto político

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva respondeu nesta terça-feira 26 às críticas feitas à presidenta Dilma Rousseff pelo seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso.

“Acho que o FHC deveria no mínimo ficar quieto,” disse Lula no lançamento do livro O Brasil, do diretor de redação de CartaCapital, Mino Carta. “Eu acho que ele não deveria falar. O que ele deveria era contribuir para a Dilma continuar a governar o país bem. Ou seja, deixa ela trabalhar, ela sabe o que faz,” disse Lula.

Fernando Henrique havia dito que Dilma era "ingrata", "cospe no prato que comeu" e acusou o PT de "usurpar" o projeto político do PSDB. A frase de FHC era uma resposta ao discurso da presidenta na semana anterior.

No aniversário de dez anos do PT no poder, Dilma afirmara que não havia herdado nada dos tucanos na presidência.

No evento, Lula disse que a princípio não responderia a perguntas. “Hoje é o dia do Mino falar,” repetiu ele diversas vezes. Sua presença no local causou alvoroço de pessoas que queriam tirar foto com ele. Depois, porém, Lula falou sobre política.

Rio de Janeiro

A direção nacional do PMDB decidiu nesta terça que não apoiará a campanha de reeleição de Dilma em 2014  caso o PT não abra mão da candidatura do senador Lindbergh Farias ao governo fluminense. O PMDB quer o atual vice-governador, Luiz Fernando Pezão, como candidato.

Lula foi irônico ao ser perguntado sobre o assunto. “Como é que eu vou saber se eu não acompanho nem a política do estado de São Paulo? Eu, depois que deixei a presidência da República, deixei de acompanhar política de perto,” disse o ex-presidente.