Você está aqui: Página Inicial / Política / Haddad acomoda partidos aliados em secretarias

Política

São Paulo

Haddad acomoda partidos aliados em secretarias

por Redação Carta Capital — publicado 28/11/2012 17h01, última modificação 28/11/2012 17h01
Prefeito anunciou sete novos secretários nesta quarta-feira, entre eles Netinho de Paula (PCdoB) e Roberto Tripoli (PV)

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou nesta quarta-feira 28 mais sete nomes do seu secretariado. Entre eles, dois são petistas e cinco são de outros partidos. No anúncio, Haddad acomodou legendas que o apoiaram na eleição (PSB e PCdoB) e que trabalharam para outros candidatos (PMDB e PV).

Entre aqueles que o apoiaram, está o vereador reeleito Netinho de Paula (PCdoB), que será o titular da secretaria de Promoção da Igualdade Racial. Com sua indicação, o ex-ministro dos Esportes Orlando Silva (PCdoB) deve assumir uma vaga na Câmara dos vereadores. Já o vereador Eliseu Gabriel (PSB) será o titular da pasta de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

Luciana Temer (PMDB), filha do vice-presidente da República, Michel Temer, será secretária de Assistência Social. Marianne Pinotti (PMDB), cuidará da secretaria de Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Pinotti havia sido candidata a vice na chapa de Gabriel Chalita à prefeitura.

Roberto Tripoli (PV), o vereador mais votado da cidade na última eleição, comandará a pasta de Verde e Meio Ambiente. Na campanha, ele apoiou José Serra (PSDB).

Petistas

O vereador Chico Macena (PT) coordenará as Subprefeituras. A ele caberá o comando das 31 divisões administrativas da cidade e a indicação desses cargos.  Na secretaria de Relações Governamentais, responsável pelo diálogo com os vereadores, ficará o deputado estadual João Antonio (PT).