Política

Eleições 2012

Em 2012, Serra teve sua pior votação em segundos turnos em São Paulo

por Redação Carta Capital — publicado 28/10/2012 21h05, última modificação 28/10/2012 21h08
O candidato tucano teve resultados melhores em disputas anteriores contra Lula, Marta e Dilma
serra01

Serra durante caminhada na Vila Joaniza, bairro da zona sul de São Paulo. Foto: Fernando Cavalcanti / Milenar

A rejeição a José Serra (PSDB) nas eleições municipais de São Paulo se confirmou no segundo turno da disputa de 2012. Neste domingo 28, ao enfrentar Fernando Haddad (PT), o tucano teve sua pior votação na capital paulista nos quatro segundos turnos que disputou em sua carreira política, em que enfrentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a atual ministra da Cultura, Marta Suplicy, e a presidenta Dilma Rousseff, todos petistas.

Em 2012, Serra obteve 2,7 milhões de votos, o equivalente a 44,43% do votos válidos. O pior resultado de Serra antes desse foi obtido em 2002, quando foi derrotado por Lula na capital paulista ao obter 48,94% dos votos (2,9 milhões).

Depois disso, em 2004 e 2010, Serra conseguiu vitórias na capital paulista. Em 2010, Serra derrotou a presidenta Dilma Rousseff ao obter 3,4 milhões de votos (53,64% dos votos). A melhor votação de Serra foi obtida em 2004, quando derrotou a então prefeita Marta Suplicy com 54,86%. Serra ficou no cargo por mais de um ano e meio e deixou a prefeitura para disputar o governo de São Paulo, para o qual foi eleito no primeiro turno.

A saída de Serra da prefeitura, por sinal, foi um dos ataques mais explorados pelo PT ao longo da campanha e que ajudou a ampliar sua rejeição entre o eleitorado paulista.