Você está aqui: Página Inicial / Política / Em 2012, Serra teve sua pior votação em segundos turnos em São Paulo

Política

Eleições 2012

Em 2012, Serra teve sua pior votação em segundos turnos em São Paulo

por Redação Carta Capital — publicado 28/10/2012 21h05, última modificação 28/10/2012 21h08
O candidato tucano teve resultados melhores em disputas anteriores contra Lula, Marta e Dilma
serra01

Serra durante caminhada na Vila Joaniza, bairro da zona sul de São Paulo. Foto: Fernando Cavalcanti / Milenar

A rejeição a José Serra (PSDB) nas eleições municipais de São Paulo se confirmou no segundo turno da disputa de 2012. Neste domingo 28, ao enfrentar Fernando Haddad (PT), o tucano teve sua pior votação na capital paulista nos quatro segundos turnos que disputou em sua carreira política, em que enfrentou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a atual ministra da Cultura, Marta Suplicy, e a presidenta Dilma Rousseff, todos petistas.

Em 2012, Serra obteve 2,7 milhões de votos, o equivalente a 44,43% do votos válidos. O pior resultado de Serra antes desse foi obtido em 2002, quando foi derrotado por Lula na capital paulista ao obter 48,94% dos votos (2,9 milhões).

Depois disso, em 2004 e 2010, Serra conseguiu vitórias na capital paulista. Em 2010, Serra derrotou a presidenta Dilma Rousseff ao obter 3,4 milhões de votos (53,64% dos votos). A melhor votação de Serra foi obtida em 2004, quando derrotou a então prefeita Marta Suplicy com 54,86%. Serra ficou no cargo por mais de um ano e meio e deixou a prefeitura para disputar o governo de São Paulo, para o qual foi eleito no primeiro turno.

A saída de Serra da prefeitura, por sinal, foi um dos ataques mais explorados pelo PT ao longo da campanha e que ajudou a ampliar sua rejeição entre o eleitorado paulista.