Você está aqui: Página Inicial / Política / Com Serra nos EUA, Aécio é recebido como candidato em São Paulo

Política

Eleições 2014

Com Serra nos EUA, Aécio é recebido como candidato em São Paulo

por Piero Locatelli — publicado 25/03/2013 21h00, última modificação 26/03/2013 15h07
O senador mineiro passou o dia na capital paulista, onde participou do congresso municipal do partido
PSDB-Aécio

O senador Aloysio Nunes discursa ao lado de Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso e Geraldo Alckmin durante encontro tucano. Foto: PSDB-SP/Divulgação

Enquanto José Serra viajava aos Estados Unidos, o senador Aécio Neves foi recebido como candidato à Presidência da República em São Paulo nesta segunda-feira 25. Aécio participou do congresso estadual dos tucanos paulistas, após se encontrar com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“O partido vai para a luta unido. Nós sabemos que em cada momento da nossa história nós temos que passar o comando para outra pessoa (...) Está também na hora de ver que o PSDB é diversificado,” disse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo ele, Aécio simboliza o PSDB “que é brasileiro”. Até hoje, todos os quatro tucanos candidatos à Presidência tinham suas base política em São Paulo.

Na entrada do evento, seis faixas penduradas por militantes diziam que o “PSDB paulista está com Aécio”. O presidente estadual do partido, Pedro Tobias, falou diretamente em Aécio como candidato e disse que a militância tem “pressa e não pode demorar”. O narrador do evento, por sua vez, apresentou o mineiro como “futuro presidente do Brasil.”

O governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, pediu que Aécio “percorresse o país” como candidato à presidência do partido. Antes de ser ungido, o mineiro deve assumir o comando nacional do partido no congresso nacional do PSDB que será realizado em maio.

Sem Serra

Na entrada do evento, FHC foi o único que justificou a ausência de Serra aos jornalistas. Fernando Henrique disse que ele foi à universidade norte-americana de Princeton para homenagear o filósofo Albert Hirschman, de quem eles se dizem muito próximos.  “Eu me sinto representado por ele lá, espero que ele esteja representado por mim aqui.”

A única aparição pública de Serra desde a derrota nas eleições para a prefeitura no ano passado se deu no mesmo local, em janeiro deste ano, quando disse estar em fase de “descanso e arrumação.”

Unidade e povo

Em todos discursos, os tucanos tentaram descolar a imagem de que governam para os ricos e pediram a unidade dos partido. Aécio criticou a presidenta Dilma Rousseff, dizendo que faltava humildade para ela reconhecer as conquistas dos tucanos na Presidência. “O maior programa de distribuição de renda da nossa história não foi o Bolsa Família, foi o Plano Real”

Fernando Henrique repetiu novamente que o “PSDB precisa de um banho de povo” e disse que o partido “vai marchar junto” para apresentar um novo projeto ao país.

registrado em: