Você está aqui: Página Inicial / Política / Após 100 dias, aprovação de Haddad é maior que as de Serra e Kassab

Política

São Paulo

Após 100 dias, aprovação de Haddad é maior que as de Serra e Kassab

por Redação Carta Capital — publicado 10/04/2013 09h32, última modificação 10/04/2013 09h42
Prefeito é avaliado positivamente por 31% da população. Cerca de 90% querem ações diferentes das de Kassab
AgênciaBrasil01012013_4

Haddad durante sua posse, em 1º de janeiro. População quer gestão diferente da de Kassab. Foto: Marcelo Camargo/ABr

Uma pesquisa do Datafolha publicada nesta quarta-feira 10 mostrou que a aprovação do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), após os primeiros 100 dias de governo, é maior que as de seus dois antecessores, José Serra (PSDB) e Gilberto Kassab (DEM). Segundo o instituto, 31% dos moradores da capital paulista consideram a gestão ótima ou boa. Kassab tinha 16% de aprovação após 100 dias de seu primeiro mandato, enquanto o tucano tinha 20%.

O desempenho de Haddad foi considerado regular por 42% dos entrevistados, enquanto 14% avaliam sua gestão como ruim ou péssima. Segundo a Folha de S.Paulo, que publicou a pesquisa, a aprovação de Haddad é maior entre os segmentos menos escolarizados (38% de ótimo ou bom) e os mais pobres, com renda até dois salários mínimos (36%). Entre os moradores de São Paulo com ensino superior, a aprovação do prefeito petista é de 23%.

De acordo com o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, Haddad pode estar se beneficiando agora da alta impopularidade de Gilberto Kassab. Segundo o pesquisador, sucessores de administradores sem popularidade costumam desfrutar de uma avaliação mais benevolente dos eleitores. O mesmo teria ocorrido em São Paulo com a hoje ministra da Cultura Marta Suplicy (PT). Substituta de Celso Pitta, campeão de impopularidade em São Paulo, ela teve 34% de avaliação positiva após os primeiros 100 dias de seu mandato, em 2001.

Ainda segundo o Datafolha, parte da explicação pela popularidade do novo prefeito seria o desejo de mudança da população. Cerca de 90% dos eleitores querem ações diferentes das de Kassab. Haddad venceu as eleições em 2012 com uma campanha pautada pela necessidade de mudança em São Paulo. Ele foi ao segundo turno contra José Serra e obteve 55,57% dos votos.

registrado em: , ,