Internacional

Corrida Armamentista

Trump quer aumentar arsenal nuclear dos EUA

por Deutsche Welle publicado 23/12/2016 04h12, última modificação 23/12/2016 05h00
Presidente norte-americano propõe pelo Twitter a ampliação da capacidade nuclear do país, mas não apresenta proposta concreta
Jim Watson / AFP
Trump

Trump diz que modernizará o potencial nuclear para garantir 'um elemento dissuasório efetivo'

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, expressou na quinta-feira 22 o desejo de expandir massivamente a capacidade nuclear dos Estados Unidos, mas não deu detalhes sobre propostas concretas.

"Os Estados Unidos precisam fortalecer e expandir sua capacidade nuclear até que o mundo chegue a um senso comum em relação às armas nucleares", publicou Trump, em sua conta no Twitter.

O comentário foi feito pouco depois de o presidente russo, Vladimir Putin, defender o reforço do arsenal nuclear de Moscou.

O líder da Rússia disse que o fortalecimento das forças estratégicas deve ocorrer, antes de tudo, "mediante a incorporação de sistemas de foguetes capazes de superar de maneira garantida os atuais sistemas de defesa antimísseis e aqueles que estão em desenvolvimento".

O presidente russo afirmou também que as forças convencionais do país devem ser elevadas a um "novo nível qualitativo", que permita "neutralizar qualquer ameaça militar contra Rússia".

Trump está na Flórida para o período festivo de Natal, mas segue realizando reuniões para definir seu novo governo. No site sobre a transição do governo, o republicano reconhece as ameaças catastróficas provocadas pelas armas nucleares e pelo ataque cibernético.

O presidente eleito diz que modernizará o potencial nuclear americano para "garantir que ele seja um elemento dissuasório efetivo".

The United States must greatly strengthen and expand its nuclear capability until such time as the world comes to its senses regarding nukes

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 22 de dezembro de 2016

DW_logo