Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Obama defende direitos de minorias e ressalta 'fim da guerra'

Internacional

Cerimônia de posse

Obama defende direitos de minorias e ressalta 'fim da guerra'

por Agência Brasil publicado 21/01/2013 16h00, última modificação 21/01/2013 16h00
O presidente dos EUA destacou que a atual geraçãofoi testada por uma década dura, de guerras e crise econômica

Heloisa Cristaldo*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente reeleito dos Estados Unidos, Barack Obama, reforçou em seu discurso de posse hoje (21) pontos que pretende trabalhar no segundo mandato. Foram abordados temas como meio ambiente, economia e igualdade – de gêneros, sexual e de imigrantes. Além disso, Obama destacou a atuação do país como líder mundial. "Os Estados Unidos permanecerão a âncora forte em todo o globo", afirmou.

"O que nos torna excepcionais, o que nos torna americanos, é uma ideia articulada há mais de 200 anos. Nós consideramos essas verdades: todos os homens são iguais, dotados pelo seu criador e têm direitos como vida, liberdade e a busca da felicidade."

Barack Obama destacou que a atual geração de americanos foi testada por uma década dura, de guerras e crise econômica, que estão acabando, mas tem todas as características de que o mundo moderno precisa para superar o momento. "Esta geração de americanos foi testada por crises. Uma década de guerra está terminando. Uma recuperação econômica já começou".

Para retomar o crescimento, Barack Obama ressaltou que o país deve se apoiar na classe média norte-americana. Além disso, Obama fez uma autocrítica de sua primeira gestão, ao afirmar que muitos programas do governo são inadequados para as necessidades atuais e que o país precisa se lembrar das "lições do passado".

Após o discurso de Barack Obama, a cantora Kelly Clarkson interpretou a música My country, Tis of Thee.

Obama foi reeleito no dia 6 de novembro do ano passado, com 303 dos 538 votos do colégio eleitoral, derrotando o republicano Mitt Romney. A eleição foi bastante disputada. Obama venceu com o lema de campanha Four More Years! (Mais Quatro Anos!) e prometeu que, no segundo mandato, concluirá o processo de recuperação econômica.

Nos Estados Unidos, os mandatos presidenciais começam ao meio-dia (17h de Brasília) do dia 20 de janeiro após a eleição presidencial. Mas a cerimônia pública, quando o dia 20 é um domingo, ocorre na segunda-feira seguinte.

Obama começou ontem o dia colocando uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido no Cemitério Militar de Arlington, na Virginia, acompanhado pelo vice-presidente Joe Biden. Biden também foi empossado ontem para o segundo mandato, em rápida cerimônia em sua residência oficial. O juramento público do vice-presidente ocorre hoje, a exemplo do de Obama.

 

*Colaborou Renata Giraldi, da Agência Brasil

registrado em: ,