Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Irã realiza eleições legislativas

Internacional

Oriente Médio

Irã realiza eleições legislativas

por AFP — publicado 02/03/2012 08h16, última modificação 02/03/2012 08h16
Ao votar, a população "mostrará sua determinação de resistir ao inimigo", afirmou o aiatolá Ali Khamenei
Ira_pleito

Aiatolá Ali Khamenei vota durante eleições no Irã ©AFP / -

As eleições legislativas começaram nesta sexta-feira às 08H00 locais (01H30 de Brasília) no Irã, onde cerca de 48 milhões de eleitores estão convocados às urnas para eleger 290 deputados de um Parlamento que deve seguir dominado pelos conservadores no poder.

Cerca de 3.400 candidatos competem nestas eleições, boicotadas pelos principais movimentos da oposição reformista em protesto pela repressão sofrida desde a polêmica reeleição do presidente Mahmud Ahamdinejad, em 2009.

Estas também são as primeiras eleições em nível nacional desde a reeleição de Ahmadinejad, que foi seguida pelos protestos da oposição, que garantia que houve fraude, e de uma sangrenta repressão por parte do regime.

O aspecto mais importante da eleição será a participação. O regime espera que seja elevada em um contexto de pressão internacional crescente por conta do programa nuclear do país.

Os principais dirigentes e a imprensa oficial convocaram uma participação em massa, apresentada como uma resposta às ameaças militares israelenses e aos esforços dos ocidentais para estrangular o Irã através de sanções econômicas e financeiras.

Indo votar, a população "dará uma bofetada nas potências hegemônicas" e "mostrará sua determinação de resistir ao inimigo", afirmou o Guia Supremo, o aiatolá Ali Khamenei.

A participação nas legislativas oscila tradicionalmente entre 50% e 70%, e foi de 55,4% nas últimas eleições em 2008, segundo os números oficiais.

Diante da falta de pesquisas confiáveis, várias autoridades previram uma participação superior a 60% nesta sexta.

A campanha oficial ignorou em geral as questões econômicas e sociais, apesar de uma inflação superior a 20% e de um desemprego estimado oficialmente em 12%.

A votação será realizada durante todo o dia nas cerca de 47 mil urnas instaladas no país.

Os resultados serão divulgados em dois ou três dias, segundo o ministério do Interior.

registrado em: ,