Você está aqui: Página Inicial / Economia / Produção industrial modesta, mas com qualidade

Economia

IBGE

Produção industrial modesta, mas com qualidade

por João Sicsú publicado 04/09/2013 09h22, última modificação 04/09/2013 09h29
Segundo pesquisa, produção de bens de capital tem tido um crescimento significativo: de janeiro a julho aumentou 14,2%. Análise de João Sicsú
Arquivo ABr
produção industrial

Há possibilidades de a indústria ter melhor desempenho a partir da desvalorização cambial recente

Segundo o IBGE, a produção industrial de julho recuou 2% em relação a junho e aumentou 2% quando comparada com julho de 2012. Pode-se dizer que na comparação com o ano passado há uma modesta recuperação. O número acumulado de 2013 é de 2%. O que foi revelado de mais importante na pesquisa do IBGE é que a produção de bens de capital (bens para o investimento) tem tido um crescimento significativo. De janeiro a julho já aumentou 14,2%.

A produção industrial confirmou a tendência indicada pela trajetória de crescimento do PIB no primeiro semestre do ano. Todos os números têm mostrado que a recuperação é modesta, mas que tem qualidade, isto é, há um forte componente de produção de bens de capital e de investimento. Mais: existem possibilidades de a indústria ter melhor desempenho a partir da desvalorização cambial recente. Nossos produtos se tornarão mais competitivos nos mercados externo e doméstico.

Do ponto de vista econômico, o período 2007-2010 foi o mais importante da Era Lula. Muitos dizem, de forma equivocada, que foi um período exclusivo de elevado consumo. Verdade parcial. Verdade completa é que o investimento crescia entre duas e três vezes o crescimento de toda a economia. O consumo reduzia os estoques e os empresários investiam. O PIB e a produção industrial de 2013 revelam que a economia persegue a mesma trajetória de qualidade da Era Lula, mas ainda falta vigor.

registrado em: ,