Você está aqui: Página Inicial / Economia / Graça Foster será indicada para presidência da Petrobras

Economia

Mudança

Graça Foster será indicada para presidência da Petrobras

por Agência Brasil publicado 23/01/2012 13h24, última modificação 23/01/2012 13h24
No final do ano passado, ela foi uma das poucas integrantes da comitiva presidencial que participou de reuniões políticas e econômicas de Dilma na Bélgica
foster

Maria das Graças Silva Foster, que deve assumir a presidência da Petrobras. Foto: Agência Brasil

Flávia Villela*

 

Rio de Janeiro - A atual diretora de Gás e Energia da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, deve assumir a presidência da empresa em substituição a José Sergio Gabrielli. Oficialmente, o nome de Graça Foster deve ser indicado no próximo dia 9. A informação foi confirmada nesta segunda-feira 23, por meio de nota oficial, divulgada pela assessoria da petrolífera.

De acordo com o comunicado, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que também é presidente do Conselho de Administração da Petrobras, deve encaminhar no dia 9 de fevereiro, em reunião, a indicação da atual diretora de Gás e Energia para o comando da empresa.

“Uma vez que o assunto em questão seja aprovado pelo conselho [de Administração da Petrobras], a companhia [Petrobras] dará ampla divulgação do fato”, informa o comunicado oficial da empresa.

Graça Foster conta com a confiança e o apoio da presidenta Dilma Rousseff. No final do ano passado, ela foi uma das poucas integrantes da comitiva presidencial que participou de reuniões políticas e econômicas de Dilma em Bruxelas, na Bélgica.

No comando da Petrobras desde 2005, Gabrielli, de 62 anos, foi também diretor Financeiro e Relações com Investidores da empresa. Em Salvador, foi professor e pró-reitor da Universidade Federal da Bahia. Em 1990, disputou eleições para o governo da Bahia, antes, em 1982, Gabrielli foi candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

 

*Colaborou Renata Giraldi, de Brasília, da Agência Brasil

registrado em: