Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Música está cada vez mais alta e menos original

Cultura

Som e fúria

Música está cada vez mais alta e menos original

por AFP — publicado 29/07/2012 10h29, última modificação 29/07/2012 10h55
Pesquisa mostra que a diversidade de acordes e melodias 'diminuiu consistentemente nos últimos 50 anos'
música

Mais de meio milhão de músicas gravadas entre 1955 e 2010 foram analisadas. Foto: Andrej Isakovic/AFP

Em um estudo que reforça a opinião de muitas mães, uma análise de computador de mais de meio milhão de músicas gravadas entre 1955 e 2010 comprovou que a música pop ficou mais alta e menos original, segundo resultados publicados pelo periódico Nature Scientific Reports.

 

 

"Conseguimos demonstrar como o nível global de altura das gravações de músicas tem aumentado consistentemente com o passar dos anos", explicou por e-mail o autor do estudo, Joan Serra, do Conselho Nacional de Pesquisas da Espanha.

De forma similar, a equipe descobriu que a diversidade de acordes e melodias "diminuiu consistentemente nos últimos 50 anos".

"Isto gera uma receita para modernizar canções antigas, usando mudanças de acordes mais comuns, alterando os instrumentos usados na canção e gravando em um tom mais alto", afirmou Serra.

O estudo foi realizado com uma variedade de gêneros, como rock, pop, hip hop, metal e música eletrônica.

Sem mencionar as canções pelo nome, a pesquisa analisou apenas a música em algoritmos de números e símbolos em busca de padrões.

"Grande parte das evidências coletadas aponta para um grau elevado de convencionalismo, no sentido de bloqueio ou não evolução, na criação e na produção da música popular contemporânea ocidental", destacou o estudo.

 

Leia mais em AFP Movel.