Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Juca Kfouri e Washington Olivetto falam sobre Sócrates

Cultura

Esporte e Literatura

Juca Kfouri e Washington Olivetto falam sobre Sócrates

por Redação — publicado 16/05/2013 12h34, última modificação 17/05/2013 12h51
O bate-papo sobre o livro "Sócrates, Brasileiro" acontece na sexta-feira 17, a partir das 19 horas, na Fnac Paulista, em São Paulo. Acompanhe ao vivo aqui no site
Yasuyoshi Chiba/AFP
Sócrates

Torcida corintiana homenageia o ídolo

O jornalista o Juca Kfouri e o publicitário Washington Olivetto estarão na livraria Fnac Paulista na sexta-feira 17, a partir das 19 horas. Os dois profissionais foram convidados pela Editora Confiança (que edita CartaCapital) e pela Fnac para um bate-papo sobre o livro Sócrates, Brasileiro. para quem não puder ir, o evento será transmitido ao vivo aqui no site de CartaCapital.

O livro reúne crônicas do médico e jogador de futebol Sócrates publicadas em Carta Capital e foi lançado em dezembro passado pela editora Confiança, que edita a revista.

A publicação conta com oito capítulos, compostos por 87 textos de Sócrates escritos para a revista por mais de dez anos, além de uma entrevista.

O Doutor Sócrates escreveu seu primeiro artigo para a revista em 2001, quando a publicação passou de quinzenal a semanal. Em suas crônicas exprimiu regularmente suas ideias e posições que, desde o primeiro texto, ocuparam um espaço único na revista.

Nos textos, Sócrates falava sobre futebol, mas não deixava de tratar outros temas e questões políticas que permeiam o esporte, sempre com seu estilo próprio de escrita.

"Doutor Sócrates sempre disse que futebol se joga com a cabeça. A reunião de seus textos neste livro revela outra de suas habilidades: a de escrever como se tocasse de calcanhar", afirma Juca Kfouri.

O publicitário Washington Olivetto, fã confesso do futebol e da figura humana chamada Sócrates, tem opinião semelhante: “Diziam que o forte dele era de calcanhar. O livro é a prova de que de cabeça e de letra ele também era ótimo".

Segundo Mino Carta, diretor de redação da CartaCapital, Sócrates se foi muito antes do tempo, mas soube viver a vida e de vários pontos de vista. “Há tempos o conheci, por dez anos privei com ele na sua qualidade de colunista de CartaCapital e nunca duvidei da nitidez dos seus propósitos e dos seus ideais”.

No dia 18 de junho, também ás 19 horas, um novo evento nos mesmos moldes irá discutir o livro na Fnac da Barra, no Rio de Janeiro. Na ocasião estarão presentes o jornalista Xico Sá e o ex-jogador Afonsinho.