Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / STF mantém decisão que condena Juca Kfouri a indenizar Ricardo Teixeira

Sociedade

Processo

STF mantém decisão que condena Juca Kfouri a indenizar Ricardo Teixeira

por Portal Imprensa — publicado 31/08/2010 16h23, última modificação 31/08/2010 17h34
Juca Kfouri deverá pagar cinquenta salários mínimos ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira

Após julgamento de agravo, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro que condenou o jornalista Juca Kfouri a pagar cinquenta salários mínimos ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

A decisão trata de ação movida por conta de matéria publicada por Kfouri, em 1999, no Jornal dos Sports, sob o título "Edílson, o capeta". No artigo, Kfouri teria feito comentários considerados ofensivos pelo dirigente. Como os recursos cabíveis se esgotaram, o jornalista foi condenado em definitivo.

"Kfouri já efetuou o pagamento de sua condenação junto à 8ª Vara Cível da Capital - RJ onde tramita o processo", comunicou a CBF em nota publicada em seu site.

Recentemente, o jornalista obteve parecer favorável da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) em outra ação movida por Teixeira.

No processo, o presidente da CBF pedia a condenação de Kfouri por matéria publicada pela revista Caros Amigos, em 1997, em que foi chamado de "subchefe da máfia do futebol nacional".

No entendimento dos ministros Ellen Gracie e Gilmar Mendes, que seguiram voto do relator, ministro Celso de Mello, Kfouri fez uso da liberdade de expressão, assegurada aos profissionais de imprensa.

registrado em: