Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Povos tradicionais correm risco de sofrer nova colonização

Sociedade

Direitos Humanos

Povos tradicionais correm risco de sofrer nova colonização

por Radioagência NP — publicado 09/09/2010 12h07, última modificação 09/09/2010 16h48
Empresas transnacionais tentam se estabelecem em territórios indígenas

Empresas transnacionais tentam se estabelecem em territórios indígenas 

Por Jorge Américo*

Os povos indígenas da América Latina e do Caribe sofrem um intenso ataque das indústrias extrativistas. Essa presença de empresas transnacionais nos territórios tradicionais foi classificada como novos “atos de colonização” pelo presidente do Fórum Permanente sobre Questões Indígenas das Nações Unidas, Carlos Mamani.

O dirigente elogiou a resistência dos indígenas na Bolívia e no Equador, mas demonstrou preocupação com os nativos de outros países da região que correm risco de entrar em extinção. Ele lembrou que a discriminação e a marginalização fazem com que outras nações, sobretudo europeias, ignorem a contribuição que os indígenas podem dar para os processos democráticos.
O discurso de Mamani foi feito nesta terça-feira (7), durante a IX Assembléia Geral do Fundo para o Desenvolvimento dos Povos Indígenas da América Latina e do Caribe (Fundo Indígena), ocorrida em Madrid, na Espanha. Além de 19 países latinoamericanos e caribenhos, participam do Fundo a Bélgica, a Espanha e Portugal.

*Matéria originalmente publicada na Radioagência NP

registrado em: