Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / PMs são flagrados com armas letais em protesto no Rio

Sociedade

Protesto

PMs são flagrados com armas letais em protesto no Rio

por José Francisco Neto — publicado 19/07/2013 16h27, última modificação 19/07/2013 16h37
Vídeo e foto mostram policiais com armas nas mãos apontando e intimando manifestantes; comandante disse ser a favor de armas de fogo para controlar os atos
Reprodução/Black Bloc RJ
Protestos RJ

PM’s intimidam manifestantes com armas letais

Policiais militares do Rio de Janeiro foram flagrados usando armas de fogo durante a manifestação desta quarta-feira 17. No vídeo, gravado pelo Jornal A Nova Democracia, e nas fotos, tiradas pelos manifestantes, é possível ver os PMs com pistolas sendo apontadas para as pessoas. Alguns chegaram até a intimar jornalistas que estavam registrando o momento da ação. O protesto, que reuniu milhares de pessoas, foi realizado nos bairros do Leblon e de Ipanema, na zona sul da cidade.

A assessoria de imprensa da PM disse que vai averiguar as imagens, mas não solicitou mais esclarecimentos. No entanto, após a manifestação, o comandante geral da PM do RJ, Erir da Costa Filho, apoiou o uso de armas letais para controlar os atos. “Depois do que ocorreu ontem vamos fazer uma reavaliação da forma de atuar. Como é que a polícia vai controlar uma turba com uma munição não letal”, questionou o comandante, durante a coletiva de imprensa.

Costa Filho ainda acrescentou que “essa é a polícia que temos”. “Boa ou ruim é a polícia que vocês precisam, para dar segurança de qualquer jeito”, disse o comandante.

Por sua vez, o secretário de segurança, José Mariano Beltrame, afirmou que no Rio ainda não foi constatada nenhuma morte, na tentativa de defender a atuação da PM. “Vamos analisar todo inquérito que aconteceu, refazer o planejamento e ver o que e onde podemos melhorar. As ações são flexíveis”, explicou.

Esse foi o mesmo argumento utilizado pelo Ministério da Justiça para justificar a ação policial. “As polícias estão utilizando de maneira adequada o equipamento que têm à disposição, tanto que em todos os protestos no Brasil não tivemos nenhuma morte por causa da atuação direta de policiais. Isso não acontece em nenhum outro lugar no mundo”, disse o secretário de operações da secretaria extraordinária de segurança para grandes eventos do Ministério da Justiça, José Monteiro. Segundo ele, a mesma postura da PM deve ser mantida durante a Jornada Mundial da Juventude, que acontece no Rio de Janeiro a partir da próxima terça-feira 23.

 

Publicado originalmente no Brasil de FatoRevista Fórum