Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Pai e filho são espancados após se abraçarem

Sociedade

Homofobia

Pai e filho são espancados após se abraçarem

por Agência Brasil publicado 19/07/2011 16h31, última modificação 20/07/2011 08h02
De acordo com relato, agressores pensaram que eles eram gays. Pai teve parte da orelha decepada e filho sofreu ferimentos leves

Marli Moreira*

São Paulo - A Polícia Civil de São João da Boa Vista, município da região de Campinas, no interior paulista, instaurou inquérito para apurar a agressão de um grupo de rapazes contra pai e filho, na madrugada da sexta-feira 15, na Exposição Agropecuária Industrial e Comercial (Eapic). Os agressores pensaram que se tratava de um casal gay.

Segundo o delegado titular do 1º Distrito Policial daquela cidade, Fernando Zucarelli Pinto, as duas vítimas sofreram ferimentos e uma delas, o pai cuja identidade está sendo preservada, passaria por exames nesta terça-feira 19, no Instituto Médico-Legal (IML). Ele teve parte da orelha decepada. Já o filho sofreu ferimentos leves.

De acordo com o delegado, os dois relataram que foram à Eapic acompanhados de suas namoradas. Por volta das 3h, elas saíram para ir ao banheiro. Pai e filho se abraçaram nesse momento. Alguns rapazes que estavam ao lado perguntaram se eram gays. Diante da negativa, os curiosos se afastaram e retornaram com um grupo maior espancando as vítimas. O pai desmaiou e precisou ser levado a um hospital.

Os agressores ainda não foram localizados e a polícia está ouvindo testemunhas na tentativa de identificá-los.

*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil

registrado em: