Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / A herança de Carlos Marighella

Sociedade

Diálogos Capitais

A herança de Carlos Marighella

por Redação — publicado 24/07/2013 12h01, última modificação 13/08/2013 15h56
Mário Magalhães conversa com o filho do guerrilheiro sobre o legado do ativista baiano nesta terça-feira 13, em Salvador
Divulgação
Marighella

Marighella foi um político, guerrilheiro e poeta brasileiro, um dos principais organizadores da resistência contra o regime militar

O escritor Mário Magalhães e o advogado Carlinhos Marighella fazem, no dia 13 de agosto, bate-papo sobre atualidade do ideário do ativista político, guerrilheiro e poeta baiano Carlos Marighella. O encontro, que ocorrerá às 19h30 na livraria Saraiva do Salvador Shopping, em Salvador, faz parte do projeto Diálogos Capitais, uma parceria entre a revista CartaCapital e a livraria Saraiva. A mediadora será a jornalista Cynara Menezes.

Magalhães dedicou dez anos de sua vida para pesquisar e escrever o livro “Marighella – O guerrilheiro que incendiou o mundo”, livro que recebeu o Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) como a melhor biografia de 2012. Nascido no Rio em 1964, Magalhães trabalhou nos jornais Tribuna da Imprensa, O Globo, O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo, diário do qual foi repórter especial, colunista e ombudsman. Como jornalista, recebeu mais de 20 prêmios e menções honrosas no Brasil e no exterior.

Carlos Augusto Marighella é advogado, com atuação na área de direitos humanos e anistia. Ex-preso político, ele participou ativamente dos movimentos estudantis de 1968, e posteriormente das lutas sindicais que resultaram na reorganização de sindicatos na Bahia. Foi deputado estadual e atualmente é coordenador do grupo de trabalho que acompanha a implantação do Memorial Marighella na Bahia, concebido como uma homenagem aos baianos perseguido pela ditadura.

Na opinião de Magalhães, a discussão da herança de Marighella é oportuna em um momento em que a figura do ativista baiano é constantemente reverenciada nas manifestações estudantis que ocorrem atualmente no País.

Carlos Marighella nasceu em Salvador em 1911 e morreu em 1969. Foi deputado, guerrilheiro, poeta e um dos principais organizadores da resistência ao regime militar instaurado em 1964.

registrado em: ,