Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Franklin Martins diz que é "bobagem" pensar que liberdade de imprensa está ameaçada

Sociedade

Debate

Franklin Martins diz que é "bobagem" pensar que liberdade de imprensa está ameaçada

por Redação Carta Capital — publicado 09/11/2010 14h58, última modificação 09/11/2010 14h59
O ministro discursou na abertura do Seminário Internacional das Comunicações Eletrônicas e Convergência de Mídias, promovido em Brasília

Mais um episódio na novela "ameaças à liberdade de imprensa". Desta vez, a trama se desenrola em Brasília, no Seminário Internacional das Comunicações Eletrônicas e Convergência de Mídias, promovido pelo governo federal.

Na abertura do evento, nesta terça-feira 9, o ministro Franklin Martins, da Secretaria de Comunicação Social do governo, atacou os que levantam a tese: "Essa história de que a liberdade de imprensa está ameaçada é uma bobagem. Ela hoje é mais ampla. Liberdade de imprensa não quer dizer que a imprensa não pode ser criticada".

O ministro também aproveitou para criticar os parlamentares que possuem, indiretamente, veículos de rádio e televisão. Martins disse que, apesar da proibição imposta pela lei, deputados e senadores usam "subterfúgios" para comandarem emissoras e até redes de comunicação sob concessão pública. "A discussão foi sendo evitada e agora é oportunidade para que se discuta tudo isso", concluiu.

O Seminário continua nesta tarde e durante todo o dia de amanhã. A programação completa e a transmissão ao vivo podem ser acompanhadas pelo site do evento ou pela TV NBR.

Ainda haverá palestras de Toby Mendel, Consultor Internacional da Unesco,
Dimitri Ypsilanti, Chefe da Divisão de Informação, Comunicação e Política do Consumidor da OCDE, José Amado da Silva, Presidente da Anacom, e outros. O ministro Franklin Martins ainda voltará ao palco para a cerimônia de encerramento, na noite de amanhã, 10.

registrado em: ,