Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Em São Paulo, manifestantes apoiam protestos contra Cabral

Sociedade

Pressão popular

Em São Paulo, manifestantes apoiam protestos contra Cabral

por Redação — publicado 27/07/2013 10h46, última modificação 27/07/2013 15h28
Ato na avenida Paulista reuniu cerca de 400 pessoas, segundo a Polícia Militar
Miguel Schincariol / AFP PHOTO
cabral paulista

Na Paulista, manifestantes pedem para Cabral renunciar

Ao menos 400 pessoas, segundo a Polícia Militar de São Paulo, fizeram um protesto na noite desta sexta-feira 26 na avenida Paulista, no sentido Paraíso, em São Paulo. Dos manifestantes, que reivindicam o fim da violência policial, muitos apoiavam os protestos contra o governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral.

Os manifestantes levaram cartazes e faixas com críticas a Cabral e à violência policial registrada recentemente no Leblon, bairro da zona sul carioca. O movimento não identifica líderes, mas diz ser contrário à violência policial na capital fluminense.

Houve pichação, depredação de três agências bancárias e destruição de semáforos. Os atos  promovidos por um grupo de mascarados, no entanto, foram condenados por parte dos manifestantes que pediam um protesto sem violência.

De acordo com a Polícia Militar, foram detidas oito pessoas na noite de sexta-feira 26. Desses, seis foram qualificados e liberados em seguida, mas devem ser chamados pela polícia para auxiliar no reconhecimento dos responsáveis pela depredação. Os outros dois que continuam presos foram encaminhados à Polícia Federal, por estarem com cartões bancários clonados.

*Com informações da Agência Brasil