Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Aula pública inaugura fórum de discussão sobre a polícia brasileira

Sociedade

Segurança pública

Aula pública inaugura fórum de discussão sobre a polícia brasileira

por Redação — publicado 05/09/2013 10h29
Durante a aula desta sexta-feira 6, especialistas vão apresentar suas experiências e ideias, responder a perguntas, e demonstrar porque, no fundo, a verdadeira força da polícia está no respeito
Divulgação
posterconectas

Aula-pública dará início ao fórum "Que polícia queremos"

Nesta sexta-feira 6, a Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, o Instituto Sou da Paz, a ONG Conectas Direitos Humanos e Fórum Brasileiro de Segurança Pública realizarão, no vão livre do Masp às 19 horas, uma aula pública para discutir a difícil questão da polícia no Brasil. Será a primeira atividade de um fórum que pretende debater o tema, nas ruas e nas redes, chamado “Que Polícia Queremos?”.

Para apresentar os problemas, os desafios e as possíveis alternativas para uma polícia mais próxima dos cidadãos e dos valores democráticos, na mesa estarão os seguintes nomes:

Renato Sérgio de Lima –  Fórum Brasileiro De Segurança Pública
Oscar Vilhena Vieira – Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas
Luciana Guimarães Instituto Sou da Paz

A onda de manifestações que tomou o país a partir de junho não apenas trouxe à tona, novamente, o assunto. Também foi, em grande medida, causada pelo abismo que há entre a população brasileira e sua força policial. Pela imagem desgastada, pela ineficiência, pela postura antagônica e tantas vezes violenta da polícia em relação à sociedade. E pelo reconhecimento, cada vez mais difundido, de que não há democracia madura sem uma relação igualmente madura entre cidadãos e aqueles que, nas ruas e delegacias, deveriam garantir o cumprimento das leis. A estrutura anacrônica, a subvalorização do policial, a violência desnecessária, o autoritarismo, a trágica relação da corporação com as periferias e os mais pobres, a falta de transparência, as estatísticas e episódios que ilustram a gravidade da situação. E como estamos todos, população e polícia, reféns do mesmo sistema.

Segurança pública e a reforma das polícias são questões tão profundas quanto imediatas. Frutos de processos tão históricos quanto presentes. De soluções nunca mágicas, quase sempre controversas, mas que merecem ganhar a arena do debate público. Inadmissível, no fundo, é a inércia, a apatia diante dos fatos.

Serviço:

'A polícia que queremos'
Data: Sexta-feira, dia 06/09
Horário: 19h
Local: Vão livre do Masp
Mesa: Renato Sérgio de Lima (Fórum Brasileiro De Segurança Pública), Oscar Vilhena Vieira (Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas) e Luciana Guimarães (Instituto Sou da Paz)