Você está aqui: Página Inicial / Revista / Lava Jato a toda / A Havaianas muda de dono
Número 878,

Economia

Negócios

A Havaianas muda de dono

por Redação — publicado 27/11/2015 15h04, última modificação 28/11/2015 00h37
A J&F compra por 2,6 bilhões de reais a Alpargatas, dona da marca de chilenos
Bruna Borello

Em um movimento de diversificação característico de grandes empresas em expansão e destinado a reduzir o risco dos investimentos, a J&F, dona da JBS, a maior processadora de carnes do mundo, anunciou na segunda-feira 23 a compra, por 2,67 bilhões de reais, da Alpargatas, dona da marca Havaianas e maior fabricante de calçados da América Latina, controlada pela Construtora Camargo Corrêa

O valor da aquisição é 32% superior ao da cotação da empresa na Bolsa de Valores de São Paulo no pregão anterior à transação. A J&F é o maior grupo privado do País, com receita anual superior a 100 bilhões de reais, e controla também a fabricante de celulose Eldorado Brasil e o Banco Original, entre outras empresas.

A Camargo Corrêa firmou em agosto um acordo de leniência com o Ministério Público Federal e reconheceu a autoria de crimes no escândalo da Petrobras, entre eles a participação em um cartel para a combinação de ações em prejuízo do restante da concorrência, fraudes em licitações, corrupção de agentes públicos e lavagem de dinheiro.

Comprometeu-se a devolver aos cofres públicos 700 milhões de reais. O plano de desmobilizações incluiu a venda das participações da empreiteira na InterCement e na CPFL. 

A transação ocorreu pouco depois da venda, pela Alpargatas, das marcas de calçados esportivos Rainha e Topper por 48,7 milhões de reais.

A aquisição mostra um desfecho possível da confluência do rebaixamento dos preços dos ativos causado pela crise econômica generalizada e o colapso das construtoras atingidas pela Lava Jato, sem nem um contrato novo sequer com o governo neste ano.

registrado em: , ,