Você está aqui: Página Inicial / Revista / Rio / Olha quem está falando
Número 783,

Tecnologia

Tecnologia

Olha quem está falando

por Felipe Marra Mendonça publicado 20/01/2014 05h35, última modificação 20/01/2014 05h46
Feira exibe aparelhos capazes de se comunicar entre si e com o seu dono. Por Felipe Marra Mendonça
Robyn Beck / AFP
Refrigerador inteligente

Na CES, em Las Vegas, expositor mostra um smartphone da LG que se comunica com o refrigerador inteligente da LG

Uma tendência interessante da última CES, feira anual de tecnologia realizada em Las Vegas no começo do mês, foi a dos aparelhos de linha branca que se comunicam entre si e com o seu dono. Encampada principalmente pelas multinacionais sul-coreanas Samsung e LG, a inovação visa deixar a operação dos aparelhos algo mais fácil. A geladeira, por exemplo, pode informar quantas latas de refrigerante sobram e a máquina de lavar pode avisar que não demora muito até as roupas ficarem prontas. “Você não precisa mais aprender comandos complicados, é só falar naturalmente e seu fogão entende”, explicou David VanderWaal, gerente de marketing da LG nos Estados Unidos.

O conceito é de fato curioso e pode até ajudar a acelerar as tarefas domésticas, mas é um pouco estranho começar a trocar mensagens de texto com a geladeira. Um exemplo claro da bizarrice embutida no sistema HomeChat da LG, que reúne todos os aparelhos da casa num chat em que o dono envia mensagens e os comanda, foi dado pelo próprio VanderWaal em sua apresentação em Las Vegas, por meio de uma troca de mensagens surreal.

O dono informa os aparelhos que deve sair de viagem “por três dias”. A máquina de lavar responde: “Divirta-se”, o fogão diz que vai sentir a falta do dono e a geladeira pergunta se deveria alterar seu ciclo de refrigeração para economizar energia. A pergunta da geladeira é realmente útil, as outras declarações são quase vergonhosas.

O sistema da Samsung, chamado de SmartHome, é um pouco diferente e talvez prime pela discrição, principalmente se comparado ao programa rival da LG. Ele pode desligar a iluminação automaticamente quando a sala fica vazia ou ligar uma câmera embutida num televisor para permitir que os donos da casa monitorem aquele cômodo caso estejam viajando. Além da simples automação, os donos da casa podem fazer o mesmo ao dizer “boa noite” ao sair da sala. O ponto positivo parece ser que os aparelhos da Samsung ficam quietos ao final das tarefas, mas o recado da indústria parece ser de que a tecnologia constrangedora chegou para ficar.

registrado em: