Você está aqui: Página Inicial / Revista / Na cintura / Na intimidade do lar
Número 777,

Cultura

TV

Na intimidade do lar

por Nirlando Beirão publicado 01/12/2013 09h21, última modificação 01/12/2013 09h54
A TV desperta para o tema casa. No "Em Família com Isabel Salgado", apresentadora mostra espontaneidade, mas terá de se desdobrar. Por Nirlando Beirão
Divulgação
Colono japonês

Coloco japonês do Vale do Rebeira: privacidade compartilhada

Invadir a casa alheia, com exaustivos detalhes de decoração kitsch e tal ansiedade voyeuse que o fotógrafo não ficava satisfeito enquanto não fizesse deitar à cama, com os pezinhos descalços, em jovialidade estudada, a incauta dona de casa – esta é a especialidade de Caras e das revistas que a copiam. A tentação deve ser mesmo irresistível. Lembro-me de ter visto dona Lily Marinho, primeira dona do monopólio Globo, submeter-se ao cânone da intimidade sem cerimônia.

A televisão despertou para o tema casa. Com mais delicadeza, é verdade, se bem que adentrar recintos domésticos – como acontece com Em Família com Isabel Salgado (Globosat, segundas-feiras às 21h30) – sempre implica riscos de certo choque estético. Isabel Salgado é a Isabel do vôlei, que mantém o viço e a agilidade quando submetida ao teste de extrair graça de seu público-alvo: os atletas. No último programa, ela visitou o treinador Abel Braga e família. Isabel é dona de uma espontaneidade calorosa, mas está na cara que vai ter de se desdobrar.

Na SescTV (canal 3, da Sky, canal 137 da NET), o olhar também devassa alguma intimidade, mas a proposta é no mínimo arquitetônica, geralmente antropológica. A série Habitar Habitat, de 13 episódios semanais (aos domingos, 20 horas), tem direção do jornalista Paulo Markun e do cineasta Sérgio Roizenblit – que trilharam 12 mil quilômetros de Brasil. O episódio deste domingo 30 percorre casas de colonos japoneses na região do Vale do Ribeira, São Paulo.

É uma visitação respeitosa, a que as pessoas retribuem com alegria, recepcionando as câmeras intrusas sem a paranoia doentia e mercantilista daquela gente do Procure Saber.

registrado em: