Você está aqui: Página Inicial / Política / Tribunal autoriza abertura de arquivos da presidente eleita Dilma Rousseff

Política

Ditadura

Tribunal autoriza abertura de arquivos da presidente eleita Dilma Rousseff

por Redação Carta Capital — publicado 16/11/2010 19h40, última modificação 17/11/2010 01h14
O jornal Folha de S. Paulo terá acesso ao processo que a levou à prisão em 1970, no ápice do regime militar

O jornal Folha de S. Paulo terá acesso ao processo que levou a presidente eleita à prisão na ditadura

O Superior Tribunal Militar (STM) aprovou nesta terça-feira 16, por 10 votos a 1, o recurso do jornal Folha de S. Paulo para ter acesso ao processo que levou a presidente eleita Dilma Rousseff à prisão em janeiro de 1970, na época da ditadura. O único a votar contra a abertura dos arquivos foi o relator, Marcos Torres.

“Foi uma vitória da sociedade, mais que uma vitória da Folha de S.Paulo. Esses documentos históricos jamais poderiam ser subtraídos. É lamentável que o pedido tenha sido deferido pós eleições”, disse a advogada do jornal, Tais Gasparian.

A ministra Carmen Lúcia já havia barrado a ação do jornal no Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 29 de outubro. Antes, o julgamento fora adiado por duas vezes no STM, o que levou a Folha a levar o recurso ao STF.

registrado em: