Você está aqui: Página Inicial / Política / Suspeitos das mortes são presos

Política

Casal de extrativistas

Suspeitos das mortes são presos

por Redação Carta Capital — publicado 19/09/2011 12h06, última modificação 19/09/2011 12h07
Dois acusados do assassinato de Maria do Espírito Santo e José Cláudio Ribeiro foram detidos no sudeste no Pará no domingo 18

Os acusados do assassinato do casal de ambientalitstas Maria do Espírito Santo e José Cláudio Ribeiro, mortos em maio deste ano, foram presos no domingo 18. Eles estavam foragidos desde julho, quando a Justiça decretou a prisão preventiva de ambos.

Os irmãos José Rodrigues Moreira, de 42 anos, e Lindon Jhonson Silva Rocha, de 29 anos, foram detidos em um barraco na floresta, a 52 quilômetros da sede de Novo Repartimento, no sudeste do Pará.

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha, José seria o mentor do crime e Lindon o executor. Há um terceiro acusado, Alberto Lopes Nascimento, ainda foragido.

A operação contou com 60 policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE), policiais civis, seis viaturas terrestres e um helicóptero para chegar ao local, considerado de difícil acesso.  No barraco, foram encontradas munição, armas e a moto usada no dia do crime.

O casal foi assassinado em Nova Ipixuna, a 390 quilômetros de Belém, região onde vivia há 24 anos.

registrado em: