Você está aqui: Página Inicial / Política / PF investiga ataques a sites

Política

Hackers

PF investiga ataques a sites

por Agência Brasil publicado 23/06/2011 15h28, última modificação 24/06/2011 16h31
Portais do IBGE, da Presidência, da Receita, da Infraero e do Ministério da Cultura ficaram fora do ar

Por Sabrina Craide*

A Polícia Federal iniciou hoje (24) a investigação sobre os ataques de hackers a sites do governo brasileiro, que vêm acontecendo desde a madrugada de quarta-feira (22). Segundo a assessoria de imprensa do órgão, não serão divulgados detalhes do processo para não prejudicar as investigações.

Na manhã de hoje, o site do Ministério da Cultura ficou fora do ar possivelmente por uma tentativa de ataque de hackers. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, foi detectada uma sobrecarga de acesso, causada por apenas um IP, que é a identidade do computador, que parecia querer derrubar o servidor do ministério.

“Segundo a equipe técnica, é possível que hackers tenham tentado derrubar o sistema sim, mas isso não ficou comprovado”, diz a nota do órgão. O ministério informou que a ameaça foi detectada e logo neutralizada, e que o site está funcionando normalmente.

No início da tarde, o site da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) também ficou fora do ar, por cerca de 20 minutos, impossibilitando o acesso a informações de pousos e decolagens nos aeroportos do país. Mas, segundo a assessoria de imprensa da estatal, o portal foi retirado do para manutenção preventiva, visando ao reforço da segurança.

Mais cedo, o site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi atacado por hackers que deixaram uma mensagem na página. O site foi retirado do ar para manutenção. Na madrugada da quarta-feira, os sites da Presidência da República, da Receita Federal e do Portal Brasil também foram atacados.

Matéria publicada originalmente na Agência Brasil

registrado em: