Você está aqui: Página Inicial / Política / Para leitores, Marina errou ao migrar para o PSB

Política

Enquetes - CartaCapital

Para leitores, Marina errou ao migrar para o PSB

por Redação — publicado 11/10/2013 14h06
Para 70,5% dos internautas, além de ficar sem discurso em uma legenda até ontem da base aliada, a ex-senadora servirá apenas como linha auxiliar de Eduardo Campos
Agência Brasil

O site de CartaCapital perguntou: “Segunda colocada nas pesquisas de intenção de voto para 2014, a presidenciável Marina Silva anunciou a sua filiação ao PSB, de Eduardo Campos. Qual a sua opinião?”

Entre os dias 4 e 11 de outubro, 4.454 internautas participaram da enquete. Para 70,5% deles (3.138), a decisão “foi um erro”. Para eles, “além de ficar sem discurso em uma legenda até ontem da base aliada, Marina escolheu um partido que já tem candidato e servirá apenas como linha auxiliar, pulverizando os quase 20 milhões de votos recebidos em 2010”.

Outros 1.316 (29,5%) leitores consideraram a mudança “acertada”. “Não importa quem será o cabeça de chapa: juntos, os dois presidenciáveis ficam mais fortes e podem mudar os rumos da eleição”.

Sem conseguir comprovar na Justiça Eleitoral as assinaturas para o registro de seu partido, a Rede Sustentabilidade, a ex-senadora optou por se filiar à sigla socialista para concorrer a tempo nas eleições de 2014, apesar do convite de outras legendas. No PSB, o virtual candidato à Presidência é o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. De acordo com as pesquisas de intenção de voto, é Marina a principal ameaça à reeleição da presidenta Dilma Rousseff.

A nova enquete já está no ar: “Quem perde mais com a aliança Marina Silva-Eduardo Campos?”. Participe!