Você está aqui: Página Inicial / Política / Tiros em vão: Dilma mantém vantagem e Serra oscila para baixo no Datafolha

Política

Eleições 2010

Tiros em vão: Dilma mantém vantagem e Serra oscila para baixo no Datafolha

por Redação Carta Capital — publicado 11/09/2010 14h18, última modificação 11/09/2010 14h18
Mesmo usando boa parte de seus programas de rádio e TV para atacar o PT com o assunto das quebras de sigilo fiscal, o tucano não conseguiu arrancar votos da candidata do presidente Lula

Se as duas semanas de campanha de José Serra batendo na tecla das violações de sigilo fiscal de tucanos parecem ter surtido algum efeito, foi a favor de Marina Silva. A reação esperada pelo PSDB - de uma queda petista e ascensão de seu próprio candidato - não veio. Na pesquisa Datafolha divulgada na noite desta sexta-feira 10, Serra oscilou para baixo, ainda que dentro da margem de erro, e quem subiu foi a candidata verde.

A candidata do PT, Dilma Rousseff - alvo dos ataques de Serra - manteve os 50% da preferência do eleitorado. O tucano, o atirador, caiu um ponto percentual, ficando agora com 27%. Marina Silva, do PV, subiu um ponto e tem 11%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na evolução por estados, os mais curiosos são Minas Gerais e Paraná. No estado governado pelo tucano Aécio Neves, Dilma aumentou a vantagem sobre Serra. Na última pesquisa, ela tinha 48% contra 29%. Agora, a petista lidera com 51% das intenções, enquanto o tucano caiu para 24%.

A última capital onde Serra liderava na pesquisa anterior, Curitiba, também virou para o lado de Dilma. A petista passou de 31% para 36%. O adversário caiu de 40% para 35%.