Você está aqui: Página Inicial / Política / O silêncio dos ortodoxos

Política

Eleições

O silêncio dos ortodoxos

por Sergio Lirio publicado 20/09/2010 13h35, última modificação 20/09/2010 16h24
Após prometer salário mínimo de 600 reais, José Serra fala em reajuste de 10% aos aposentados. Cadê a turma sempre disposta a execrar o “populismo”?

Após prometer salário mínimo de 600 reais, José Serra fala em reajuste de 10% aos aposentados. Cadê a turma sempre disposta a execrar o “populismo” e alertar para os riscos de descalabro das contas públicas?

Fossem propostas de qualquer candidato dito de esquerda ou mesmo da verde Marina Silva, as páginas dos jornais já estariam recheadas de críticas da turma da ortodoxia, dona de latifúndios de opinião na mídia brasileira. Descreveriam as propostas como populismo eleitoral e vaticinariam a quebra do Estado brasileiro caso as medidas fossem adotadas. Mas como são de José Serra, um silêncio sepulcral toma conta do ambiente. O candidato do PSDB, como se sabe, fez duas propostas ousadas em seu programa eleitoral. Primeiro, elevar o salário mínimo a 600 reais em 2011. Depois, dar um reajuste de 10% aos aposentados também no ano que vem. Pode ser que as duas promessas sejam viáveis. Bastaria Serra explicar como conseguiria cumpri-las. Estranho mesmo é o sumiço das cassandras. Quem te viu, quem te vê. E as contas da previdência? E o descontrole dos gastos públicos? Ninguém mais se preocupa?

registrado em: