Você está aqui: Página Inicial / Política / Não há previsão para fim do trabalho em Santos, dizem bombeiros

Política

Morte de Eduardo Campos

Não há previsão para fim do trabalho em Santos, dizem bombeiros

por Agência Brasil publicado 13/08/2014 18h47, última modificação 13/08/2014 19h35
Entre os passageiros, estava o candidato à Presidência do PSB, Eduardo Campos. Até o momento, nenhum corpo foi localizado ou retirado do local
Reprodução/Facebook
Acidente aéreo em Santos

O avião atingiu casas, academias e lojas comerciais no Boquerão

O capitão do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Marcos Palumbo, disse que a equipe deve permanecer por alguns dias no local onde caiu um avião, na manhã desta quarta-feira 13, em Santos (SP), no bairro do Boquerão. De acordo com ele, foram detectados destroços da aeronave em 13 pontos, o que dificulta a localização e retirada dos corpos das vítimas. Entre os passageiros, estava o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB). Até o momento, nenhum corpo foi localizado ou retirado do local, mas a caixa-preta já está em poder das autoridades.

O Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino a Guarujá (SP). Nenhuma das sete pessoas que estavam a bordo sobreviveram, segundo o capitão. “A previsão é de muito trabalho para buscar os corpos das vítimas e a caixa-preta. Será um trabalho exaustivo, possivelmente devemos passar alguns dias aqui”, disse à reportagem.

O capitão disse ainda que os bombeiros vão trabalhar dia e noite. No total, 45 homens estão no local. O avião atingiu casas, academias e lojas comerciais. “É um local que está muito prejudicado tendo em vista a grande amplitude do impacto da aeronave”.