Você está aqui: Página Inicial / Política / Faturamento do setor de publicidade e promoção chegou a R$ 9,5 bilhões em 2009

Política

Segundo o IBGE

Faturamento do setor de publicidade e promoção chegou a R$ 9,5 bilhões em 2009

por Agência Brasil publicado 18/11/2011 13h17, última modificação 18/11/2011 13h20
Serviços prestados à indústria foram a maior fonte de renda para as agências; publicidade estatal fica em quarto na lista

Thais Leitão, da Agência Brasil*

As 626 agências de publicidade existentes no país em 2009 geraram uma receita de R$ 4,97 bilhões, fatia que representa mais da metade (52,6%) de todo o faturamento do setor de publicidade e promoção naquele ano, cerca de R$ 9,5 bilhões.

De acordo com dados da Pesquisa de Serviços de Publicidade e Promoção 2009, divulgada hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aproximadamente 65% da receita das agências foram provenientes da comissão ou bonificação sobre veiculação de publicidade, seguida pelos serviços de produção próprios ou comissão de serviços contratados de terceiros (15,3%).

Os serviços prestados para a indústria foram responsáveis pela maior parte do faturamento dessas empresas (32,7%). Em seguida vêm o comércio varejista (16,1%), os serviços financeiros (9,8%) e as telecomunicações (8,8%).

Segundo o levantamento, as campanhas produzidas para o setor privado responderam pela maior fatia da receita gerada (83,9%), totalizando R$ 4,2 bilhões. Desse montante, 56,5% foram campanhas para empresas brasileiras e 27,4% para multinacionais.

As campanhas de governos, incluindo empresas estatais, representaram 13,7% (R$ 680 milhões), e as de publicidade legal e políticas representaram 2,4% (R$ 116 milhões).

As agências de publicidade mais representativas tinham entre dez e 19 anos de operação (36,4% do total de agências) e contavam com até 19 pessoas ocupadas (51,6%).

registrado em: ,