Você está aqui: Página Inicial / Política / Espionagem americana: Serra presta solidariedade a Dilma

Política

No Facebook

Espionagem americana: Serra presta solidariedade a Dilma

por Redação — publicado 04/09/2013 16h48, última modificação 04/09/2013 16h50
Ex-governador se manifestou por meio de sua página no Facebook e foi criticado pela maioria de seus apoiadores, que defenderam a posição norte-americana
serra.jpg

Reprodução da página de Serra

José Serra prestou solidariedade à presidente Dilma por conta da espionagem que a presidenta sofreu por parte do governo americano. O ex-governador se manifestou por meio de sua página no Facebook. Nos comentários que se seguiram à postagem, praticamente todos os seus apoiadores que se manifestaram condenaram Serra pela atitude e afirmam que o governo americano estava certo ao espionar Dilma.

Leia a íntegra da nota de Serra:

"Presto aqui minha solidariedade à presidente Dilma pela espionagem de que foi alvo, revelada no último domingo pelo Fantástico da Rede Globo. É inaceitável que os Estados Unidos, de maneira ilegal e ilegítima, espionem ligações telefônicas, mensagens de celular e de correio eletrônico de um chefe de estado democraticamente eleito.
Os patrocinadores de tais atos, inadmissíveis, não atingiram apenas o Governo, mas todos os brasileiros.
Não valem agora justificativas formais para um ato tão ofensivo. Também não é aceitável a surrada invocação do combate ao terrorismo a fim de abonar as arbitrariedades dos órgãos de segurança americanos, dos quais o governo do presidente Obama é o responsável. Pistas sobre o terrorismo mundial em SMS ou e-mails da Dilma? Ridículo.
Mais ainda, ampliando o tema, fico alarmado com esse papel que a democracia norte americana está se atribuindo: de gendarme do mundo. Acontecem coisas lamentáveis num país e as forças armadas dos Estados Unidos vão intervir? Quais serão os limites desse poder?"