Você está aqui: Página Inicial / Política / Engenheiros e Arquitetos manifestam apoio à Dilma

Política

Sucessão

Engenheiros e Arquitetos manifestam apoio à Dilma

por Redação Carta Capital — publicado 20/10/2010 10h13, última modificação 20/10/2010 10h13
Agrônomos, Urbanistas, Geólogos, Geógrafos, técnicos Industriais e Agrícolas também assinam o documento

Agrônomos, Urbanistas, Geólogos, Geógrafos, técnicos Industriais e Agrícolas também assinam o documento

No texto, listam 13 razões porque apóiam a candidata petista à presidência. Entre elas, a criação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), implantação do Minha Casa Minha Vida, duplicação do número de vagas nos ensino técnico e tecnológico e nos cursos universitários entre outros.

Leia a íntegra do manifesto:

“Manifesto de apoio à Dilma presidente”

Nós – Engenheiros, Arquitetos, Agrônomos, Urbanistas, Geólogos, Geógrafos, Técnicos Industriais e Agrícolas – signatários deste documento, vimos manifestar todo nosso apoio à eleição DILMA PRESIDENTE. Em 8 anos (2003-2010) de Governo, Lula e DILMA criaram as condições para um novo ciclo de desenvolvimento econômico, com sustentabilidade ambiental e social.

Apoiamos Dilma porque:

1 – Lula e Dilma Criaram o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, que a partir de 2007 garantiu investimentos nas áreas energética (Luz Para Todos, hidrelétricas, energia eólica, petróleo etc), logística (portos, aeroportos, ferrovias, malha rodoviária etc) e infra-estrutura social e urbana (habitação, saneamento, drenagem etc), com R$ 656,5 bilhões em investimentos;

2 – Dilma e Lula implantaram o programa Minha Casa Minha Vida, o maior programa de produção habitacional da história, garantindo o direito à moradia digna e o reaquecimento da cadeia produtiva da construção civil;

3 – Lula e Dilma trabalharam pelo investimento de R$ 168,24 bilhões em habitação (repasses e financiamentos), elevando a níveis recordes o crédito imobiliário no país e beneficiando, entre 2003 e 2010, mais de 4 milhões de famílias;

4 – Dilma e Lula implantaram um novo modelo de geração e distribuição de energia elétrica, pelo qual a menor tarifa é o critério básico para a licitação de novos empreendimentos, incentivando adoção de fontes renováveis de geração de energia, através de implantação parques eólicos, usinas de geração de biomassa e construção de novas hidrelétricas;

5 – Lula e Dilma duplicaram o número de vagas nos ensino técnico e tecnológico e nos cursos universitários;

6 – Dilma e Lula ampliaram e recuperaram as rodovias (mudando a modelagem dos contratos), duplicaram a malha ferroviária com a conclusão da ferrovia Norte – Sul, Transnordestina e com a licitação da construção da novas ferrovia Leste – Oeste;

7 – Lula e Dilma ampliaram a assistência técnica aos agricultores rurais e iniciou a implantação da Engenharia e Arquitetura Pública nos assentamentos Urbanos;

8 – Dilma e Lula implantaram o microcrédito rural, para famílias com renda bruta anual de até R$ 2 mil e ampliaram o seguro safra para a agricultura familiar;

9 – Lula e Dilma incentivaram o renascimento da indústria naval brasileira com a construção da platafoma P - 50 por estaleiros brasileiros e com exigência do conteúdo nacional nas compras da PETROBRAS;

10 –Dilma e Lula instituíram o novo marco regulatório nas exploração do Petróleo, garantindo recursos futuros para investir na educação e melhoria das condições de vida de todos os brasileiros;

11 – Lula e Dilma incentivaram a produção de biodiesel e aprovaram a obrigatoriedade de mistura do biodiesel (na proporção de 2%, com avanços até 5%) ao diesel tradicional, criando mercado interno de 800 milhões de litros/ano e beneficiando 250 mil famílias;

12 – Dilma e Lula realizaram concurso público para preenchimento de vagas na área tecnológica em Empresas Estatais, Universidades, Instituto Federais de ensino tecnológico, nas empresas de pesquisas e em órgãos públicos, entre outros;

13- Lula e Dilma, com as políticas econômicas e sociais do Governo Federal, proporcionaram que 30 milhões de brasileiros ingressasem na classe média e 20 milhões deixassem a linha da miséria.

Votamos em DILMA porque ela demonstrou, na prática, compromisso com o setor e com os profissionais da área tecnológica do Brasil.

1. Engenheiro Civil Ubiratan Felix dos Santos – Presidente do SENGE/BA

2. Jorge Fontes Hereda – Arquiteto e Urbanista – Vice Presidente da CAIXA

3. Engenheiro Agrônomo Marcelino Galo – Diretor do SENGE-BA / Deputado Estadual Eleito PT-BA

4. Engenheira Civil Maria Del Carmem – Deputada Estadual Eleita PT-BA

5. Engenheiro Agrônomo Jonas Dantas – Presidente do CREA-BA

6. Engenheira de Alimentos Márcia Ângela Nori – Vice - Presidente do SENGE-BA

7. Engenheiro Civil Mário Gonçalves Viana Junior – Diretor do SENGE/BA

8. Geólogo Renato Santos Andrade – Diretor do SENGE-BA

9. Eleonora Lisboa Mascia – Arquiteta e Urbanista – Vice-presidente do SINARQ/BA

10. Jandira França– Arquiteta e Urbanista – Presidente do SINARQ/BA

11. Aida Bittencourt – Arquiteta e Urbanista e Diretora do SINARQ/BA

12. Glória Cecília Figueiredo – Urbanista e mestranda do PPG-AU/UFBA

13. Laila Mourad – Arquiteta e Urbanista – Doutoranda do PPG-AU/UBA

14. Inês Magalhães – Secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades

15. Cid Blanco – Arquiteto do Ministério das Cidades

16. Antônio César Ramos – Arquiteto e Urbanista – Ministério das Cidades

17. Lucy Carvalho – Engenheira Civil - SINDUSCON

18. Gilberto Aguiar – Coordenador Nacional do Movimento Nacional de Luta pela Moradia

19. Engenheiro Agrônomo Aroldo Andrade – Diretor do SENGE-BA

20. Engenheiro Mecânico Pedro Rocha – INGÁ

21. Engenheiro Agrônomo José Leal do INCRA

22. Nelson Baltrusis - Prof do Mestrado em Planejamento Territorial - UCSal

23. Fernanda Silva – Engenheira Agrônoma e Vice Prefeita de Uruçuca

24. Engenheiro Agrônomo Nilton Freire – Diretor do SENGE-BA

25. Daniel Colina – Arquiteto - Presidente do IAB/BA

26. Engenheiro Eletricista Orlando Andrade

27. Ramiro Cora – Confederação Nacional das Associações de Moradores

28. Gilberto Gegê – Coordenador do Movimento em defesa do Trabalho e da Moradia

29. Engenheiro Civil Enock Ferreira dos Santos Filho

30. Geologo Manoel Barreto - Diretor da CPRM

31. Engenheiro Civil José Fidelis Sarno - Ex- Presidente do SENGE-BA

32. Engenheiro Agronomo Josias Gomes- Deputado Federal PT-BA

33. Arquiteta Bianka Rocha - Secretária Estadual de Meio Ambiente

34. Deputado Federal PT-BA Arquiteto Zezeu Ribeiro

35. Engenheira Civil Cláudia Júlio - Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

36. Engenheiro Civil Marcos Pimentel- Conselheiro do CREA-BA

37. Ricardo Marques - Vice - Prefeito de Vitoria da Conquista-Ba

38. Engenheiro Civil Paulo Gustavo C. Lins - UFBA – BA

39. Javier Alfaya - Arquiteto Urbanista e Dep. Estadual PC do B-BA

40. Lelia Maria Dias Arquiteta

41. Maria Auxiliadora Machado Arquiteta

42. Engenheira Florestal Ana Paula Dias - IMA

43. Engenheiro Agrônomo - Ruy Murici - SEMA

44. Engenheiro Civil Areobaldo Aflitos - Professor da UEFS

45. Engenheiro Eletricista Ciro Ferreira Aragão - FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS/RJ

46. Engenheiro Agronômo Luiz José Lira- CDA

47. Engenheiro Agronômo Luis Anselmo -CDA

48. Arquiteto Canagé Vilhena- RIO/RJ

49. Engenheiro Civil e Segurança do Trabalho LUCIANO SILVEIRA - Ex-presidente ASAERLA (Associação dos Arquitetos e Engenheiros da Região dos Lagos ), ex-inspetor CREA-RJ, Professor UVA/Cabo Frio e Engenheiro FW Engenharia.

registrado em: