Você está aqui: Página Inicial / Política / Divulgação de pesquisa Ibope no Paraná é liberada

Política

Censura

Divulgação de pesquisa Ibope no Paraná é liberada

por Redação Carta Capital — publicado 02/10/2010 12h56, última modificação 02/10/2010 13h03
Estado está há 15 dias sem ter divulgação dos levantamentos dos institutos de pesquisa eleitoral

Estado está há 15 dias sem ter divulgação de levantamentos dos institutos de pesquisa eleitoral

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marco Aurélio Mello concedeu liminar que permite a divulgação do resultado da pesquisa de intenção de votos do Instituto Ibope, que deve sair ainda hoje, para os candidatos a governador e senador do Estado do Paraná. O Tribunal Regional do Paraná (TRE-PR) tinha proibido a divulgação do levantamento a pedido do ex-prefeito de Curitiba e candidato ao governo Beto Richa do PSDB. Segundo o instituto, a decisão do TRE-PR representa "prejuízo irreparável à liberdade de manifestação e, em última análise, ao princípio democrático e aos eleitores paranaenses".

Já no caso do Datafolha, que também seria divulgado hoje, o TSE negou o recurso que tentava a publicação dos dados neste sábado. Segundo informações do jornal local Gazeta do Povo, o levantamento foi impugnado a pedido da coligação Novo Paraná, à qual pertence o candidato tucano ao govermo. A decisão foi da ministra Cármen Lúcia.

Somadas a essas duas outras nove já foram impugnadas: três do Ibope, três do Datafolha, uma do Vox Populi, uma do Alvorada Pesquisas e outra do Instituto Radar. Até agora 11 proibições foram pedidas sendo nove pelo PSDB e duas pelo PRTB.

As censuras às pesquisas começaram quando o tucano Richa foi alcançado no primeiro lugar pelo oponente Osmar Dias (PDT-PR). A ação faz parte de uma estratégia do PSDB para que os eleitores não sejam influenciados pelo crescimento do candidato pedetista.

O Estado do Paraná é o único sem divulgação de pesquisas há 15 dias.

registrado em: