Você está aqui: Página Inicial / Política / Dilma Rousseff vai escolher nomes para o Ministério dos Transportes

Política

Crise

Dilma Rousseff vai escolher nomes para o Ministério dos Transportes

por Redação Carta Capital — publicado 16/07/2011 12h15, última modificação 16/07/2011 14h26
Após novo afastamento de diretor do Dnit por suspeita de irregularidades, presidenta afirma que não aceitará indicações políticas

Após o afastamento de mais um diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) por suspeita de irregularidades, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que não vai mais aceitar indicações políticas para o Ministério dos Transportes. Os novos nomes para o comando do departamento serão escolhidos por ela e terão perfil técnico.

O mais recente afastado na pasta foi o diretor geral interino do Dnit, José Henrique Sadok, na sexta-feita 15, após denúncia do jornal O Estado de S. Paulo. Segundo uma reportagem do veículo, a construtora da esposa de Sadok, Ana Paula Batista Araújo, possui contratos de pelo menos 18 milhões de reais para obras em rodovias federais, todas vinculadas a convênios com o Dnit.

Sadok, indicado para substituir Luiz Antônio Pagot, que tirou férias depois de ter seu nome envolvido nas denúncias do esquema de propina no ministério, disse ao jornal que os contratos com o governo de Roraima foram realizados por meio de licitação.

O ministro Paulo Sérgio Passos informou que uma comissão de processo administrativo disciplinar vai investigar a denúncia.

O afastamento temporário será efetivado após a publicação da decisão no Diário Oficial da União, na segunda-feira 18.

Com informações da Agência Brasil