Você está aqui: Página Inicial / Política / Dilma presta solidariedade às famílias de operários mortos no estádio do Corinthians

Política

Itaquera

Dilma presta solidariedade às famílias de operários mortos no estádio do Corinthians

por Agência Brasil publicado 27/11/2013 20h56, última modificação 27/11/2013 21h00
Após o acidente, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, decretou três dias de luto
Marcelo Camargo / Agência Brasil
Itaquera

A queda de um guindaste nas obras do estádio do Corinthians, o Itaquerão, que será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, causou a morte de duas pessoas e deixou um ferido

Paulo Victor Chagas


Brasília - A presidenta Dilma Rousseff lamentou as mortes ocorridas após o desabamento de um guindaste usado na construção do estádio do Corinthians no início da tarde de quarta-feira 27. Pelo Twitter, a presidenta prestou solidariedade às famílias dos dois funcionários que trabalhavam no local.

“Lamento profundamente as mortes de Fábio Luiz Pereira e de Ronaldo Oliveira dos Santos, trabalhadores de construção da Arena do Corinthians”, escreveu a presidenta na rede social. “Nesse momento de dor, envio minhas condolências às famílias de Fábio e Ronaldo”.

Após o acidente, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse que a prefeitura irá acolher as famílias dos operários e o time decretou três dias de luto.

Cerca de 30% da obra vão ficar interditados até que as causas do acidente sejam investigadas.

registrado em: