Você está aqui: Página Inicial / Política / Dilma mantém vantagem sobre possíveis candidatos, indica pesquisa

Política

CNT

Dilma mantém vantagem sobre possíveis candidatos, indica pesquisa

por Agência Brasil publicado 10/09/2013 12h07
A presidenta é favorita para se reeleger no cenário mais provável para 2014
José Cruz/ABr
Dilma.jpg

A presidenta Dilma, ao lado de ministros e parlamentares, na cerimônia de sanção da lei que destina recursos dos royalties do petróleo para educação e saúde, no Palácio do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff é a candidata favorita para se reeleger no cenário mais provável da disputa em 2014. É o que aponta uma pesquisa divulgada nesta terça-feira 10 pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Ela aparece com 36,4% das intenções de voto, contra 22,4% de Marina Silva (Rede Sustentabilidade), 15,3% de Aécio Neves (PSDB) e 5,2% de Eduardo Campos (PSB).

Em junho, pouco antes da onda dos protestos que tomaram as ruas do País, a presidenta somava 52,8%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Os números da última pesquisa CNT reforçam a tendência captada no levantamento CartaCapital/VoxPopuli divulgado no fim de semana, no qual a presidenta aparece com 38% das intenções de voto, seguida pela ex-ministra do Meio Ambiente  (19%), o senador mineiro (13%) e o governador pernambucano (4%). (Leia mais clicando AQUI)

Em um possível segundo turno, Dilma venceria Marina Silva por 40,7% a 31,9% dos votos.

Na pesquisa espontânea, quando a lista dos possíveis candidatos não é apresentada, a presidenta é citada por 16% dos entrevistados, à frente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (9,7%), Marina Silva (5,8%), Aécio Neves (4,7%), Eduardo Campos (1,6%), José Serra (1%), Geraldo Alckmin (0,5%) e Joaquim Barbosa (0,5%).

Na mesma pesquisa, o instituto apontou que o índice de aprovação do governo Dilma chegou a 38,1%, um aumento de 6,8 pontos percentuais em relação ao levantamento anterior. Outros 21,9% dos entrevistados avaliam a gestão como ruim ou péssima.

O desempenho pessoal da presidenta foi avaliado como positivo por 58%, contra 49,3% na última pesquisa. No total, 40,5% das pessoas desaprovam a gestão de Dilma. Em julho, o percentual era 47,3%; em junho, 20,4%.

Nesta edição, foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 135 municípios de 21 estados, entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro.

 

*Com informações da Agência Brasil