Você está aqui: Página Inicial / Política / A língua das imagens

Política

Editorial

A língua das imagens

por Mino Carta publicado 11/09/2011 09h00, última modificação 11/09/2011 09h08
Na foto do Congresso do PT, não escapo a um sentimento de profunda simpatia por Dilma Rousseff e seu desconforto

As imagens falam por si, há quem diga. Talvez não seja o caso de levar a assertiva ao pé da letra, quem ouve a voz das imagens entende-as a seu talante e cada um é cada um. A verdade factual, a única indiscutível, assenta que a foto acima foi tirada dia 2 passado, em Brasília, durante o IV Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores, e que focaliza o ex-presidente Lula, o ex-chefe da Casa Civil José Dirceu e a presidenta da República Dilma Rousseff.

Que diz a mim com razoável clareza? Lula parece entregue a remotos, insondáveis pensamentos. Dirceu produz uma apreciável imitação de Jack Nicholson em As Bruxas de Eastwick, over-acting em deboche. A presidenta, entre preocupa-da e vexada, inspira uma imediata solidariedade. Os três estão próximos, na linha de frente do Congresso, e ao mesmo tempo infinitamente distantes, entre si e da plateia, cada qual em atuação-solo.

É o que me diz a foto na língua do instante fugidio, com muita força, porém, agressivamente. Não me permito maiores interpretações, mas não escapo a um sentimento de profunda simpatia por Dilma Rousseff e seu desconforto, por mais momentâneo. É ela quem mantém a postura digna da situação, e esta sua maneira sempre responsável de ficar à altura dos acontecimentos conforta a mim e a CartaCapital.

Sua expressão soletra a consciência da tarefa (talvez missão), da sua imponência e do significado disso tudo.

registrado em: