Você está aqui: Página Inicial / Mais Admiradas / CartaCapital entrega hoje o prêmio às Empresas Mais Admiradas do Brasil

Mais Admiradas

Evento

CartaCapital entrega hoje o prêmio às Empresas Mais Admiradas do Brasil

por Redação — publicado 28/10/2013 15h52, última modificação 28/10/2013 21h24
Com a presença confirmada da presidenta Dilma Rousseff, o evento acontece a partir das 20h30 e terá transmissão ao vivo no site de CartaCapital

A Editora Confiança, que edita a revista CartaCapital, concede nesta segunda-feira 28 o prêmio às Empresas Mais Admiradas no Brasil, eleitas em pesquisa realizada pela Officina Sophia, de Paulo Secches. A presidenta Dilma Rousseff é aguardada para o evento.

Além da presidenta, estão confirmadas as presenças, entre outras, dos ministros Guido Mantega (Fazenda), Fernando Pimentel (Desenvolvimento), os governadores Cid Gomes (Ceará), Jaques Wagner (Bahia) e nomes do empresariado como Maria das Graças Foster (Petrobras), Roberto Setúbal (Itaú), Luis Carlos Trabuco (Bradesco), Luiza Trajano (Magazine Luiza), Nizan Guanaes (Agência África), Antonio Carlos Valente da Silva (Telefonica/Vivo), Benedicto Barbosa da Silva Jr. (Odebrecht), João Castro Neves (Imbev), Josué Gomes da Silva (Coteminas), Vuk Petrovic (Apple), Eike Batista (EBX),

A pesquisa é feita junto a um grupo de 1.300 executivos, que avaliam e pontuam empresas de diversos setores e os líderes que mais se destacaram no ano.

A edição sobre o prêmio traz o ranking completo das empresas mais admiradas e uma análise empresarial dos setores pesquisados e dos fatos que contribuem para que uma empresa seja admirada pelos principais executivos do país.

Em 2012, assim como havia acontecido no ano anterior, o empresário Eike Batista, presidente do grupo EBX, foi eleito o executivo mais admirado do Brasil. Batista foi o preferido pela maioria dos 1212 executivos brasileiros ouvidos pela pesquisa.

A Apple, a companhia mais valiosa do mundo, foi eleita a empresa mais admirada do Brasil.

O evento deste ano acontece a partir das 20h30 e terá transmissão ao vivo no site de CartaCapital.