Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Usuários do Twitter reclamam de bloqueio na Venezuela

Internacional

Censura

Usuários do Twitter reclamam de bloqueio na Venezuela

por Redação — publicado 14/02/2014 12h59
Internautas relataram dificuldades para publicar ou visualizar fotos e vídeos na quinta-feira 13, um dia depois da morte de três manifestantes
JUAN BARRETO / AFP
venezuela medo

Estudantes em Caracas protestam contra mortes durante manifestações (12/2)

Usuários do Twitter na Venezuela reclamaram que não estavam conseguindo publicar ou visualizar fotos e vídeos na quinta-feira 13, um dia depois da morte de três manifestantes nos violentos protestos.

Segundo o site Buzzfeed, o bloqueio teve início na tarde de quinta-feira. O processo, de acordo com usuários, seria uma tentativa de o governo restabelecer o controle em meio à troca de acusações entre governistas e opositores e a repercussão internacional da violência no país.

Ainda na quinta-feira, o presidente Nicolás Maduro classificou os protestos como uma tentativa de golpe “neofascista”, e a Justiça ordenou a prisão do líder opositor Leopoldo López, sob acusações de que ele seria um dos “autores intelectuais” do protesto de quarta-feira 12, assim como Iván Carratú Molina e Fernando Gerbassi, vice-almirante aposentado e ex-diplomata de oposição.

Apesar de o governo não ter comentado o aparente bloqueio a imagens e vídeos no Twitter, o problema parece ter afetado internautas que utilizavam o provedor de internet estatal CANTV.

registrado em: ,