Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Tribunal russo condena opositor de Putin a cinco anos de prisão

Internacional

Rússia

Tribunal russo condena opositor de Putin a cinco anos de prisão

por AFP — publicado 18/07/2013 09h35
Alexei Navlany foi julgado por apropriamento indébito de uma madeireira. A União Europeia e EUA protestaram contra a sentença
Vasili Maximov / AFP
Alexei Navalny

Alexei Navalny (centro) no tribunal da cidade russa de Kirov

KIROV, Rússia (AFP) - O principal opositor ao presidente russo Vladimir Putin, Alexei Navlany, foi condenado nesta quinta-feira 18 a cinco anos de prisão por apropriamento indébito de uma madeireira. Ele foi detido na sala do tribunal em Kirov, 900 quilômetros a leste de Moscou.

Navlany, de 37 anos, tem sido um opositor ferrenho ao Partido Rússia Unida, de Putin, e regularmente escreve um blog sobre denúncias de corrupção.

A União Europeia afirmou que o veredito traz "sérios questionamentos" sobre as leis russas. Os Estados Unidos se disseram "profundamente desapontados" com a condenação.

O juiz Serguei Blinov pronunciou a condenação referindo-se à "gravidade do crime" e ao "perigo que (Navalny) representa para a sociedade". O opositor foi algemado e detido imediatamente.

"Não permaneçam inativos", escreveu o opositor na última mensagem que publicou em sua conta do Twitter antes de ser algemado.

O empresário Piotr Ofitserov, acusado junto com Navalny, foi condenado a quatro anos de detenção.

Os dois homens abraçaram suas esposas, que estavam na sala do tribunal. Seus familiares perguntaram se poderiam levar com eles seus objetos pessoais.

Leia mais AFP Movel.

registrado em: ,