Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Acusados de estupro são declarados culpados em Nova Délhi

Internacional

Índia

Acusados de estupro são declarados culpados em Nova Délhi

por AFP — publicado 10/09/2013 09h35, última modificação 11/09/2013 12h06
Eles são suspeitos de estuprar e matar uma estudante em um ônibus, em dezembro de 2012, e podem ser condenados à pena de morte
Prakash Singh / AFP
 Nova Délhi

Indianos acompanham do lado de fora do tribunal de Saket, em Nova Délhi, o anúncio do veredicto

Nova Délhi - Um tribunal indiano considerou culpados os quatro adultos acusados pelo estupro coletivo e morte de uma estudante em um ônibus de Nova Délhi em dezembro do ano passado. Os quatro réus podem ser condenados à pena de morte.

"Todos os acusados são declarados culpados. São culpados de estupro coletivo, destruição de provas e pelo assassinato de uma vítima indefesa", anunciou o juiz Yogesh Khanna.

O advogado de um dos acusados anunciou que vai apelar do veredicto. "Meu cliente dirigia o ônibus. Reconheceu honestamente que dirigia o ônibus, mas que não sabia o que acontecia dentro do veículo", disse V.K. Anand, que defende Mukesh Singh.

Os quatro acusados escutaram o veredicto na sala de audiência e depois foram levados pela polícia. Os pais e o irmão da vítima também estavam presentes.

Em 31 de agosto, um tribunal indiano também declarou culpado, no mesmo caso, um jovem e o condenou a três anos de detenção, a pena máxima porque ele era menor de idade no momento do crime.

A estudante foi estuprada e agredida com uma barra de ferro em 16 de dezembro de 2012 em um ônibus quando voltava do cinema com o namorado. Ela faleceu em consequência dos ferimentos em 29 de dezembro em um hospital de Cingapura.

Leia mais em AFP Móvel

registrado em: ,