Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Putin assina decreto que reconhece independência da Crimeia

Internacional

Crise

Putin assina decreto que reconhece independência da Crimeia

por AFP — publicado 17/03/2014 18h56
Segundo texto publicado pelo Kremlin, decisão foi tomada diante do resultado do referendo realizado neste domingo 16
DIMITAR DILKOFF / AFP
crimeia

96,77% dos eleitores da Crimeia que participaram no referendo optaram pela união com a Rússia

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou nesta segunda-feira um decreto que reconhece a independência da península separatista ucraniana da Crimeia, informaram as agências russas de notícias.

"Levando-se em conta a vontade dos povos da Crimeia expressa durante o referendo do dia 16 de março de 2014", a Rússia decidiu "reconhecer a República da Crimeia como Estado soberano e independente, onde a cidade de Sebastopol tem um status especial", segundo o texto do decreto publicado pelo Kremlin.

O decreto entra em vigor "no dia de sua assinatura", completa o texto.

Ocupada há mais de duas semanas por tropas russas, a Crimeia votou em massa no domingo a favor da anexação da região pela Rússia em um referendo considerado ilegal por Kiev e pela comunidade internacional.

Nesta segunda-feira, o Parlamento da Crimeia aprovou por unanimidade sua anexação à Rússia, da qual fez parte até 1954, assim como a nacionalização de todos os bens do Estado ucraniano em seu território.

Como parte da reação internacional, União Europeia (UE) e Estados Unidos anunciaram nesta segunda medidas seletivas - restrições de vistos e congelamento de ativos - contra várias autoridades russas e ucranianas pró-Moscou. Já a Ucrânia iniciou uma mobilização parcial de suas Forças Armadas e convocou seu embaixador na Rússia para consultas.

Publicado originalmente na AFP.

registrado em: ,