Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Partido pede que políticos de origem estrangeira deixem o país

Internacional

Alemanha

Partido pede que políticos de origem estrangeira deixem o país

por AFP — publicado 17/09/2013 14h59
Legenda de extrema-direita enviou carta e falsas passagens para que candidatos voltem para casa antes das eleições de domingo
Robert Michael/AFP
Alemanha

Cartazes do Partido Nacional Democrático (NPD), cuja orientação é a extrema-direita, em Zwickau, em 26 de agosto de 2013

Berlim (AFP) - Um partido de extrema-direita alemão provocou indignação ao enviar a políticos de origem estrangeira uma carta e falsas passagens apenas de ida para sugerir que voltem para casa antes das eleições de domingo 22.

As falsas passagens foram emitidas por uma fictícia empresa chamada "Companhia aérea sem volta".

O candidato Verde Ozcan Mutlu apresentou uma queixa ante a polícia pela carta recebida, e que também foi enviada a dois políticos do Partido Verde e a dois do partido de extrema-esquerda Die Linke. "Ameaças como esta são antidemocráticas e não devem ficar sem resposta", afirmou Mutlu, segundo informações da imprensa local.

O grupo que enviou as cartas é o movimento anti-imigrantes Partido Nacional Democrático (NPD).

Uma carta acompanha as falsas passagens e foi assinada por um membro do partido em Berlim, Jan Sturm, que acusa os políticos que têm raízes turcas ou de outros lugares de tentar influenciar o povo alemão de origem. "Esta carta me comoveu", afirmou Fabricio do Canto, de origem brasileira, candidato do Partido Piratas, que defende a liberdade na internet, segundo informou o site do jornal Stern.

O NPD causou mal-estar quando seus membros protestaram de maneira agressiva no mês passado contra um abrigo para famílias que fogem das guerras do Afeganistão e da Síria.

Leia mais em AFP Movel.

registrado em: ,