Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Na TV, Kaddafi nega que tenha sido deposto

Internacional

Líbia

Na TV, Kaddafi nega que tenha sido deposto

por Agência Brasil publicado 20/09/2011 09h59, última modificação 20/09/2011 12h02
Em mensagem apenas de voz, transmitida pelo canal Arrai, ditador afirma que a Líbia vive um teatro. Última mensagem havia sido dada no dia 8 deste mês

Por Renata Giraldi*

Em mensagem transmitida nesta terça-feira 20 pela rede de televisão síria Arrai, o presidente da Líbia, Muammar Kaddafi, disse que o que ocorre no país é uma fantasia e apelou para que os líbios não acreditem que há um outro regime em vigência na região. “O que se passa na Líbia é um teatro que só é possível graças aos bombardeios aéreos que não durarão eternamente”, disse Kaddafi.

A mensagem é apenas de voz. Não há imagens do líder que se encontra desaparecido desde que o Conselho Nacional de Transição (CNT) dominou Trípoli e as principais cidades da Líbia, na segunda quinzena de agosto. “Não acreditem que um regime foi deposto e que um outro foi imposto com a ajuda dos ataques aéreos e marítimos”, acrescentou ele.

Em seguida, Kaddafi disse ser “difícil depor o regime porque representa milhões de líbios”. Segundo ele, todas as tribos líbias informaram à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que o órgão não representa o “povo líbio”. “O único poder legítimo é o do povo e dos comitês populares e qualquer outro [poder] é nulo e ilegítimo”, disse ele.

Em mensagem anterior, de 8 de setembro, também apenas sonora e transmitida pela Arrai, Kaddafi condenou o que chamou de “guerra psicológica e mentiras”. Ele se referia às especulações de que pretendia fugir para o Níger. A mulher dele e três filhos pediram abrigo no país vizinho.

*Matéria publicada originalmente na Agência Brasil

registrado em: