Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Espanha sai da recessão depois de dois anos

Internacional

Crise mundial

Espanha sai da recessão depois de dois anos

por Agência Brasil publicado 23/10/2013 11h03
No terceiro trimestre deste ano, entre julho e setembro, o país cresceu 0,1%
AFP
Espanha

No terceiro trimestre deste ano, entre julho e setembro, o país cresceu 0,1%

Brasília - A economia espanhola saiu da recessão depois de dois anos de retração, informou nesta quarta-feira 23 o Banco da Espanha. No terceiro trimestre deste ano, entre julho e setembro, o país cresceu 0,1%. A Espanha havia registrado retração consecutiva nos últimos nove trimestres (dois anos e cinco meses). Os dados divulgados hoje no Boletim Econômico do banco confirmam anúncios feitos nas últimas semanas por vários membros do governo. Além disso, anteciparam que, apesar da retomada neste trimestre, o ano ainda fechará com contração econômica.

No terceiro trimestre, o crescimento ligeiro do Produto Interno Bruto (PIB) do país deveu-se, em grande parte, à contribuição positiva do setor externo – com superávit de 0,4 ponto percentual –, compensando o resultado negativo do consumo interno – que teve déficit de 0,3 ponto percentual.

Um país entra em recessão técnica quando acumula dois trimestres consecutivos de crescimento negativo e sai da recessão quando mostra taxas positivas em um trimestre – o que foi o caso da Espanha. Ao longo da crise internacional, que começou em 2009, a Espanha entrou duas vezes em recessão – a primeira vez que isso ocorreu nos últimos 15 anos.

Os períodos de recessão ocorreram entre o terceiro trimestre de 2008 e o primeiro trimestre de 2010; e a partir do terceiro trimestre de 2011 e até meados desde ano. No final de setembro, o ministro da Economia da Espanha, Luis de Guindos, disse que 2014 será o primeiro em que o país sentirá uma certa recuperação de atividade desde que a crise que começou, há cinco anos.

Segundo Guindos, apesar da previsão de uma recuperação "débil" e "frágil", os indicadores começam a dar sinais positivos – com destaque para a produção industrial e o comércio varejista.

registrado em: ,