Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Conflitos dificultam ajuda humanitária a Somália

Internacional

Fome

Conflitos dificultam ajuda humanitária a Somália

por Redação Carta Capital — publicado 28/07/2011 11h12, última modificação 06/06/2015 18h16
Milícia islâmica e governo lutam pelo controle da capital Mogadíscio nas proximidades do aeroporto da cidade, o que pode comprometer envio de alimentos

Violentos conflitos entre o governo da Somália e rebeldes islâmicos do grupo Al Shabab foram registrados nesta quinta-feira 28 em Mogadíscio pelo controle da capital. Segundo a CIA, o Al Shabab é ligado à Al Qaeda.

Os confrontos começaram após soldados do governo e da União Africana lançarem uma ofensiva em uma área controlada pela milícia ao norte da cidade, a sete quilômetros do aeroporto. Segundo a BBC, a ação culminou na morte de pelo menos quatro soldados das forças oficiais.

A instabilidade na região compromete a chegada da ajuda humanitária da ONU ao país, que enfrenta um surto de fome e seca, pois o Programa Mundial de Alimentos da organização utiliza um hangar no aeródromo de Mogadíscio, local próximo dos conflitos.

Na quarta-feira 27, o primeiro carregamento trazendo cerca de dez toneladas de alimentos chegou à cidade, onde os campos de refugiados já abrigam mais de 370 mil pessoas. Um fluxo que deve aumentar, uma vez que deslocados internos fogem da região central e Sul da Somália, mais atingidas pela seca e controladas por milicianos islâmicos que não permitem a entrada de ajuda humanitária.

registrado em: