Você está aqui: Página Inicial / Internacional / Berlusconi diz que vai deixar a Itália

Internacional

Uma boa notícia

Berlusconi diz que vai deixar a Itália

por Redação Carta Capital — publicado 02/09/2011 15h00, última modificação 02/09/2011 15h15
“Dentro de alguns meses vou embora deste país de m... causa-me náusea, ponto e basta”, disse o premier da Itália em telefonema

Silvio Berlusconi parece certo de que seus dias de premier são contados. Grampeado com a autorização da Procuradoria de Nápoles que investiga seus relacionamentos com prostitutas de vários calibres, Berlusconi diz textualmente: “Dentro de alguns meses vou embora deste país de m... causa-me náusea, ponto e basta”. A conversa, sempre recheada por palavras e expressões vulgares, dura cerca de 15 minutos e tem como interlocutor Valter Lavitola, diretor e editor do jornal Avanti, de absoluta e notória confiança do primeiro-ministro.

Os assuntos são as pendengas judiciárias de Berlusconi e suas façanhas sexuais. “O que se pode dizer a meu respeito é que f... muito, só isso”. Dia 1º, a polícia deteve o empresário Gian Paolo Tarantini e sua esposa, acusados de chantagear Berlusconi para depor a seu favor sobre as festas privadas que organiza nas suas mansões de Arcore, perto de Milão, e na Sardenha.

registrado em: